Cícero e Rui mantêm troca de acusações durante primeiro debate do 2º turno

Cortesia PSCOMRui e Almeida participam de 1º debate no segundo turno

Rui e Almeida participam de 1º debate no segundo turno

Os dois candidatos à Prefeitura de Maceió participam na manhã desta terça-feira (18) do debate promovido pelo Sistema Pajuçara de Comunicação. Colocados frente a frente, o debate teve um tom acirrado e manteve como foco o que já vem sendo divulgado constantemente nas campanhas eleitorais de ambos.

No primeiro bloco, com temas livres, os candidatos elaboraram perguntas diretas com direito à réplica e tréplica. Cícero Almeida (PMDB) atacou o atual prefeito ao citar que a gestão de Rui Palmeira (PSDB) não teve transparência de gestão e nem divulgou até ontem o Diário Oficial do município dos últimos meses. A peça é alvo de denúncia da coligação de Almeida que acusa Palmeira de ter contratado irregularmente 84 novos servidores. Em resposta, o atual prefeito ignorou a pergunta, mas lembrou investimentos realizados na saúde e infraestrutura.

Saiba mais: A 12 dias do 2º turno coligações trocam acusações de ‘jogo sujo’ e prometem ações

Como em um segundo round, Almeida insistiu no ataque pessoal ao lembrar o fechamento da Maternidade Denilma Bulhões em 2015, no Complexo Benedito Bentes. O candidato atribui ao prefeito a responsabilidade pelo fechamento desta e de outros postos de saúde. Desta vez, sem fugir da crítica, Palmeira passou da defesa para o ataque e rebateu ao passar a responsabilidade para o Governo do Estado – que é do mesmo partido de Almeida. O atual prefeito ressaltou ainda que aumentou o número de leitos das maternidades atuais em compensação.

“Foi o Ministério Público quem determinou o fechamento da maternidade. Ao contrário do que você diz aumentamos o número de leitos”, garante Palmeira. Ainda na mesma fala, o prefeito aproveitou para disparar novamente contra Renan Filho (PMDB), dessa vez, reforçando a responsabilidade no que tange à saúde. “Foram 50 leitos fechados por Renan Filho. Uma total falta de gerenciamento”, disse Palmeira.

A troca de farpas passou então a ser o tom principal do debate. Sobre os investimentos estruturais, Almeida voltou a lembrar ao adversário as diversas obras realizadas pela sua gestão, mas disse que elas não se restringiam somente a orla marítima de Maceió. Adotando a mesma estratégia da sua campanha política, o candidato disse ainda que “construiu” a rua onde Rui Palmeira morou quando criança o que gerou risadas e ironias.

Palmeira, por sua vez, classificou como ‘vias descartáveis’ algumas obras realizadas pela gestão de Almeida, a exemplo da Avenida Pierre Chalita, e negou que pretende abandonar a gestão para concorrer a outro cargo em 2018, como sugere a propaganda eleitoral de Almeida no guia eleitoral.

Segundo turno

O debate entre os candidatos é o primeiro antes do processo eleitoral do segundo turno e que teve nesta última semana um momento turbulento. Ambos já trocavam acusações, inclusive com vários pedidos judiciais, mas somente agora puderam ficar frente a frente.

Saiba mais: Ibope: Palmeira ‘aparece’ com o dobro de intenção de votos de Almeida 

Veja Mais

5 Comentários

  • WAL says:

    RESUMO:
    1) CIÇO; Agressivo, nervoso,mal educado,mal informado,sem noção do que falava, manipulado.
    2) RUI; Educado, bem informado, calmo.

  • victor says:

    Principalmente os da “Limpeza Urbana”.

  • Arthur Costa says:

    O cilço, só sabe construir chácaras pra o próprio lazer a exemplo a que fica próximo a lagedo em Marimbondo, as margens da BR 316, o cara é repórter de meia categoria e não tem educação, ele devia nem citar onde o Rui foi educado porque é uma vergonha se o Rui responder, finalizando; Não sou de Maceió, mais acompanho essa campanha, o Rui vai dar uma lapada histórica, era melhor ele nem ter ido pro segundo turno.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações