Saúde


Sesau divulga balanço das unidades de saúde no Réveillon

hgeDurante as festas do último dia de 2016, as unidades de saúde mantidas pela Secretária de Estado da Saúde (Sesau) trabalharam de forma intensa. O Hospital Geral do Estado (HGE), que é a principal referência para o atendimento de alta complexidade em urgência e emergência, fez 598 atendimentos e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) realizou o atendimento de 239 pessoas.

No maior hospital público de Alagoas, a equipe multiprofissional prestou assistência a 309 pacientes em decorrência de casos clínicos, 161 acidentes casuais, 81 acidentes de trânsito, 31 agressões, dois acidentes de trabalho e dois afogamentos.

“São números que refletem a resolutividade e confiança que a população deposita no HGE. As equipes trabalharam de forma técnica e compromissada e são um orgulho para toda a rede de assistência do Estado”, destacou o superintendente de Atenção à Saúde da Sesau, Rogério Barboza.

O Samu atendeu 239 pessoas no último final de semana, em que se comemorou a passagem de ano. O número representa 4,9 pessoas por hora. No sábado e domingo foram recebidas 4.824 ligações telefônicas pelas duas Centrais, Maceió e Arapiraca.

Em Maceió, no dia 31 de dezembro, das 1.728 ligações recebidas, 74,94% foram de trotes, um número alto, já que a média é em torno de 68%. No mesmo dia, em Arapiraca, das 560 ligações recebidas, 68,57% foram de trotes.

O trote ainda é uma questão preocupante no atendimento do Samu. É importante lembrar que o ato de realizar uma ligação falsa é crime e pode custar vidas fazendo com que uma equipe seja deslocada inutilmente enquanto uma ocorrência acontece”, ressaltou o diretor do Samu Maceió, Lucas Casado.

O número de atendimentos de trânsito também foi alto, nas duas Centrais do Samu, Maceió e Arapiraca. Foram executados um total de 80 atendimentos. Em Maceió foram 44 e em Arapiraca 36. Os atendimentos relacionados à arma de fogo e arma branca nas duas Centrais chegaram a oito vítimas e os atendimentos psiquiátricos foram cinco.

Os profissionais do Samu atenderam a 211 orientações médicas, que são atendimentos através do 192. Em Maceió foram 163 e em Arapiraca 48. Os profissionais do Aeromédico também ficaram de plantão e foram salvas quatro pessoas no mesmo período.

 “O Samu realizou seu trabalho no atendimento de urgência e emergência em Alagoas atuando com responsabilidade e compromisso no cumprimento de sua missão que é salvar vidas”, destacou Lucas Casado.

Nos ambulatórios localizados em Maceió foram atendidas 1.775 pessoas. Noélia Lessa (Levada), Denilma Bulhões (Benedito Bentes), Assis Chateaubriand (Tabuleiro do Martins), João Fireman (Jacintinho) e Dom Miguel Câmara (Chã da Jaqueira) prestaram atendimento respectivamente a 338, 328, 344, 426 e 339 pacientes.

Já no Hospital de Emergência Daniel Houly (HEDH), em Arapiraca, foram atendidos 333 pacientes, sendo o maior número de atendimentos a vítimas de acidentes de moto com 114 ocorrências, quatro pessoas deram entrada na unidade por ferimentos de arma de fogo e 40 casos foram relatados com vítimas de queda da própria altura.

Fonte: Agência Alagoas

Comente

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>