Religião


Comunidades de matriz africana lavam escadaria da Igreja do Senhor Bonfim

Alagoas24horasDSC_9908

Preservando cultura de matriz africana, comunidades afro-brasileiras se reúnem na tarde deste domingo (08) em frente à Paróquia do Nosso Senhor do Bonfim, no bairro do Jacintinho para a lavagem da escadaria.

Chamada de Águas do Oxalá, a cerimônia ancestral usa simbolicamente a água como elemento transformador para renovação das energias e é realizada uma vez por ano. Em Maceió, essa é a 16ª edição da cerimônia. Além da água, ervas e perfume ‘limpam’ o ambiente, enquanto os adeptos pedem proteção ao ano que se inicia.


O cortejo teve início na ladeira do Jacintinho, passa pela paróquia, no bairro do Poço, onde é feita a lavagem, e segue em direção à casa de Iemanjá, no Pontal da Terra. O cortejo também tem como objetivo atentar para o tema da intolerância religiosa e tem participação efetiva de diversas casas de axé, da capital e do interior, com caravanas vindas de municípios de Atalaia, Cajueiros, Marechal Deodoro e Coruripe.

Este ano um documentário será produzido, prêmio do Ministério da Cultura – Fundação Cultural Palmares.

Alagoas24horasDSC_9922

Programação
Na batida do Ijexá e na cadência dos atabaques, haverá participação de grupos culturais como Afoxé Omin Morewá, Afoxé Ofá Omin, Grupo Ara Funfun Omangerê, Banda Afro Afoxé, Banda Afro Zumbi, Maracatu Raízes da Tradição, Coletivo Afro Caeté e o pioneiro neste cortejo, o Afoxé Odô Iyá.

Comunidades
As comunidades de matriz africana em Alagoas praticam em seu cotidiano ações de guarda e preservação dos saberes e fazeres herdados de antepassados e que veem na preservação da natureza agente ativo para a construção de uma sociedade plena.

Alagoas24horasDSC_9844

Comente

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>