Preso suspeito do assassinato de Jaciara Nicácio em Coruripe

CortesiaCidade Coruripe - Movimentação na Rua da Delegacia

Cidade Coruripe – Movimentação na Rua da Delegacia

O ex-marido de Jaciara Ferreira dos Santos, conhecida como Jaciara Nicácio, foi detido na tarde desta quinta-feira, 06, e levado para a Delegacia de Coruripe onde está sendo ouvido pelo delegado Guilherme Iusten, presidente do inquérito que apura o caso.

Alberdan Souza, que é pai de uma das filhas da vítima, é suspeito de ter cometido o crime com motivação passional. As primeiras informações dão conta que ele foi detido por agentes do serviço de inteligência da Divisão Especial de Investigação e Capturas (DEIC), que teriam analisado as imagens do videomonitoramento das residências e o depoimento de testemunhas.

Leia também:

Polícia Civil confirma que corpo achado na Lagoa do Pau é de Jaciara Santos

Delegado-geral da PC designa comissão especial da Deic para investigar caso Jaciara Santos

Morte em Coruripe: laudo do IML aponta que Jaciara teve pescoço cortado

A família de Jaciara Santos ficou sabendo da prisão do suposto autor do crime através de informações compartilhadas por grupos de WhatsApp na cidade. À reportagem do Alagoas24Horas os familiares disseram que ao saber dos boatos da prisão foram até o fórum da cidade para ter mais informações e ainda aguardam um posicionamento oficial da polícia.WhatsApp Image 2017-04-06 at 17.14.24

Um primo de Jaciara disse que a família não suspeitou em nenhum momento do possível envolvimento do ex-marido, Alberdan Souza, na morte da jovem e que confia no trabalho desenvolvido pelos investigadores do caso e aguardará uma confirmação da polícia para se manifestar.

O Caso

Jaciara Santos estava desaparecida desde o último dia 30 de março e o seu corpo foi encontrado no último domingo (02) próximo à praia Lagoa do Pau, em Coruripe. Em sua rede social, o acusado se apresenta como funcionário da Prefeitura Municipal de Coruripe, inclusive ainda mantém fotos da vítima com a filha, que segundo informações é a mais nova.

O caso é investigado por uma comissão especial de delegados designado pelo Delegado-geral da Polícia Civil, Paulo Cerqueira, e é composta por Guilherme Iusten, Vinícius Ferrari e Filipe Caldas, além de agentes do serviço de inteligência da Deic.

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações