Educação


Ufal convoca estudantes dos três campi com pendências acadêmicas

Convocação é para estudantes dos regimes acadêmicos anual e semestral

A Pró-reitoria de Graduação (Prograd) comunica que os estudantes que estão com pendências acadêmicas têm até o dia 10 de julho para a assinatura do Termo de Compromisso. A assinatura deve ser feita nas respectivas coordenações de cursos e visa o encaminhamento para a regularização da situação.

O levantamento da Prograd constatou um número de 3.669 estudantes com pendências, dos quais 583 integram o Regime Acadêmico Anual. Estão com pendências apenas no Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), 60 do Regime Anual e 605 do Regime Acadêmico Semestral.

Dentre os demais (3004 estudantes), aqueles do Regime Acadêmico Semestral que ainda faltam até 20% da carga horária das disciplinas e defesa do TCC, têm o prazo de três semestres letivos para a conclusão do curso.

Ao falar sobre a convocação aos estudantes, a pró-reitora de graduação Sandra Paz enfatiza a importância do trabalho coletivo e reforça que todo o processo, visando a regularização da vida acadêmica, deve ser iniciado com a assinatura do Termo de Compromisso junto às coordenações de cursos.

O trabalho realizado pela Pró-reitoria de Graduação, Coordenação de Registro e Controle Acadêmico (DRCA) e Núcleo de Tecnologia da Informação (NTI) nos três Campi da instituição (A. C. Simões, Arapiraca e do Sertão), contou com a parceria das coordenações de cursos, por meio do Fórum de Coordenadores e direção das Unidades Acadêmicas e culminou com a aprovação, pelo Conselho Universitário (Consuni), no dia 8 deste mês, da Resolução Nº 13/2017 (em anexo).

A recente Resolução consta de definição de prazos e parâmetros, em caráter transitório, para a regularização da vida acadêmica de estudantes da Ufal em condições de desligamento. Conforme documento, para os estudantes que estão apenas com pendência no TCC, o prazo concedido é de 240 dias, incluindo o Trabalho de Conclusão de Curso.

Sobre os reflexos positivos da iniciativa da Universidade Federal de Alagoas, a pró-reitora Sandra Paz enfatiza que são ações proativas e socialmente referenciadas da atual gestão que reforçam as políticas educacionais inclusivas, oportunizando as pessoas o acesso ao conhecimento: “Além de contribuir, visar a melhoria educacional do estado de Alagoas, formação de quadros profissionais e intelectuais, inserção no mundo do trabalho, a conclusão do curso permite o acesso para qualquer outro nível superior de formação”, destacou.

Veja aqui a Resolução do Consuni: RCO n 13 de 08 05 2017 (1) (1)

Fonte: Ascom / Ufal

Comente

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>