Em seis meses, 18 agências bancárias são assaltadas em Alagoas

Os números preocupam o Sindicato dos Bancários de Alagoas. São 18 agências bancárias atacadas nos seis primeiros meses de 2017. Para o presidente do Sindicato, Jairo França, os casos de assalto, arrombamentos e explosões causam uma série de transtornos não apenas aos bancários, mas também à população. Um exemplo próximo foi o assalto ao Banco do Brasil do município de Novo Lino, registrado na madrugada de segunda-feira, 3.Na ocasião, bandidos fortemente armados sitiaram a cidade para assaltar a agência e provocaram momentos de terror. No mesmo dia assaltantes atacaram uma agência no município de Girau do Ponciano.

Leia Também:

Bandidos sitiam cidade em assalto a agência bancária no interior de AL

Agência do BB em Girau do Ponciano é invadida por criminosos

O presidente concorda que a Segurança Pública tem atuado no sentido de reduzir os números, mas acredita que pode ser feito mais. “A gente sabe que a Polícia não pode ser segurança de banco, mas queremos que a a Polícia investigue mais e os responsáveis sejam punidos”, disse França, em entrevista à imprensa, nesta quinta-feira, 6.

Outra situação que assusta à categoria é a ousadia dos bandidos. Jairo França destaca que a cada dia eles inovam nas ações criminosas, referindo-se ao uso de explosivos e até instrumentos como maçaricos para arrombar agências e caixas eletrônicos. “Outra coisa que nos preocupa é o depois do assalto. Funcionários são relocados para outras cidades ou permanecem nas agências em condições precárias. E a população fica, muitas vezes sem o serviço, refém do medo”, enfatizou França.

 

 

 

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações