Cultura


Filmagem de “Rumos e Rumores” tem início nesta-segunda feira (10) em Maceió

AssessoriaFilmagem de “Rumos e Rumores” tem início nesta-segunda feira (10) em Maceió

Filmagem de “Rumos e Rumores” tem início nesta-segunda feira (10) em Maceió

A parceria entre o compositor alagoano Vitor Pirralho e o intérprete Ney Matogrosso ganha mais um capítulo nesta segunda-feira (10) com a realização do clipe “Rumos e Rumores”, uma produção da Panan Filmes que será rodada em dois estúdios de Maceió.

Vitor conta que o trabalho com Ney surgiu quando o intérprete decidiu gravar, em seu último disco, uma composição de autoria do alagoano, “Tupi Fusão”. “Daí continuamos mantendo contato e trocando ideias. Até que eu decidi convidá-lo a participar de uma música inédita para meu disco novo, ele aceitou de cara. Então gravamos ‘Rumos e Rumores’”, explica o alagoano.

O dueto fará parte do álbum “A Invenção é Mãe das Necessidades”, que tem previsão de lançamento para o final de 2017, e deve estrear junto com o clipe. O projeto vem sendo gestado há cerca de um ano e meio e conta com um ambicioso conceito idealizado pelo diretor Henrique Oliveira, em co-criação com Vitor Pirralho. A Panan Filmes se tornou referência na produção de videoclipes para diversos artistas alagoanos, entre eles Felipe De Vas, Elisa Lemos, Projeto Sonho, Caê Mancin,  Wilma Araújo e Fernanda Guimarães. A empresa também foi responsável pela realização do primeiro DVD do Wado, gravado no último mês de junho.

AssessoriaFilmagem de “Rumos e Rumores” tem início nesta-segunda feira (10) em Maceió

Filmagem de “Rumos e Rumores” tem início nesta-segunda feira (10) em Maceió

Complexo e ousado tecnicamente, “Rumos e Rumores” é um novo marco na trajetória da produtora, que também assinou curtas-metragens premiados como “Farpa” (2012), recordista alagoano em visualizações no youtube, com  quase um milhão de views, e “Ontem à Noite” (2013).

“O próprio conceito da música forneceu a base para a estrutura do clipe. Na canção o Vitor narra o diálogo entre um homem que vive no futuro [interpretado pelo próprio Pirralho] e outro que vive num Brasil pré-colonização [vivido por Ney Matogrosso]. O grande desafio foi recriar estes dois universos de modo convincente e esteticamente original”, conta Henrique Oliveira.

O processo de concepção do roteiro envolveu um longo trabalho até chegar a proposta final, que vai reproduzir em dois estúdios os cenários dos dois personagens. Graduado em teatro pela Universidade Federal de Alagoas, Henrique foi buscar nos palcos algumas referências para construir a linguagem do clipe.

“Criar um universo futurista já é bem complicado. É algo que nunca foi feito em Alagoas. E fazer produção de época com competência é ainda mais difícil. Mas nós buscamos usar a criatividade da equipe para superar as barreiras de produção. Utilizamos muitos recursos cênicos do teatro. Será um clipe bastante alegórico”, conta o diretor.

AssessoriaFilmagem de “Rumos e Rumores” tem início nesta-segunda feira (10) em Maceió

Filmagem de “Rumos e Rumores” tem início nesta-segunda feira (10) em Maceió

Entre as referências estão o trabalho do cineasta e artista multimídia britânico Peter Greenaway e do brasileiro Luiz Fernando Carvalho (“Capitu”, “Lavoura Arcaica”). As pesquisas para a construção da cenografia e direção de arte também passaram por nomes como Robert Lepage, o criador do teatro de imagens, Gerald Thomas, Daniela Thomas e Felipe Hirsch, além da cenógrafa Es Devlin.

ESTREIA COMO ATOR

“Rumos e Rumores” será a primeira vez em que Vitor Pirralho terá a oportunidade de interpretar um personagem. No clipe ele vive uma espécie de hacker futurista que tenta alertar um antepassado dos muitos dramas que a sociedade irá enfrentar na era pós-colonização. O músico diz estar apreensivo.

“Nunca atuei. Estou bastante ansioso e um tanto temeroso também. Não sei se desenvolverei bem esse papel. O que me conforta é o fato de ter um ótimo ator em cena comigo, o próprio Ney, que também é ator, e um diretor talentosíssimo, Henrique Oliveira. Tenho certeza que ele conseguirá me fazer um ator, pelo menos para esta peça que é o videoclipe”, conta.

Já o personagem interpretado por Ney Matogrosso foi construído como um misto de Pajé e sacerdote espiritual. Os simbolismos trazidos pelos dois personagens nasceram da letra da música.

“As discussões que eu quis trazer com esta música são velhas discussões de meu interesse. O processo de colonização do Brasil, de formação étnica, do desenvolvimento e do sincretismo de certos hábitos, enfim, esse processo de construção da civilização tupiniquim. Só que dessa vez eu tentei dar um tom mais futurista à discussão, trazendo para ela discussões sobre tecnologia, que será a temática geral do disco, a dependência tecnológica em que o mundo se encontra”, explica Vitor.

Além da Panan Filmes a equipe de “Rumos e Rumores” reúne alguns nomes do primeiro time do audiovisual alagoano. O staff conta com 25 pessoas divididas nas diversas funções da produção. A programação visual tem a assinatura do Núcleo Zero, produtora responsável pelo projeto Narrativas em Movimento. Os artistas visuais Weber Salles Bagetti e Ulysses Lins construíram o conteúdo digital que utiliza a técnica do videomapping para criar as representações futuristas do clipe.

Outra empresa parceira é a La Ursa Cinematográfica, que colabora na produção executiva com Felipe Guimarães, e com a assistência de direção e consultoria de roteiro de Rafhael Barbosa.

Completam a equipe as diretoras de arte Lyara Cavalcanti e Camilla Alencar, a produtora Isabel Farias, o designer Lucas Nascimento (autor do storyboard), os assistentes Danilo Souza e Edvan Ferreira, os eletricistas Edner Careca, Moab Oliveira e Raoni Pimentel, o maquinista Valpedro Silva, a continuísta Vanessa Mota e o operador de câmera Anthony Graber, além de Felipe Graber e Pol, responsáveis pelo making of.

São apoiadores do projeto a pizzaria Oba!, o supermercado Palato, o hotel Porto da Praia, o Centro Cultural Arte Pajuçara e os restaurantes Ásia Bistrô, Grand Cru, Maria Antonieta e Picuí.

Fonte: Assessoria

Comente

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>