Política


“Não é doença!”, rebate a vereadora Tereza Nelma quanto a homossexualidade

A discussão sobre o assunto teve início quando o vereador proferiu sua opinião quanto a homossexualidade abordada em novela da rede nacional

AscomVereadora Tereza Nelma

Vereadora Tereza Nelma

A vereadora Tereza Nelma (PSDB) posicionou-se contrária ao discurso do vereador e médico Ronaldo Luz, na tarde dessa quarta-feira (11), quando afirmou no Plenário da Câmara que a homossexualidade era uma “patologia”.

A discussão sobre o assunto teve início quando o vereador proferiu sua opinião quanto a homossexualidade abordada em rede nacional, por meio da novela “A força do querer”, da Rede Globo, onde segundo ele, influencia as crianças e adultos a acharem aquela situação comum. Em sua colocação, afirmou que já presenciou por diversas vezes, na orla da capital, pessoas do mesmo sexo se beijando e que não acha uma atitude normal. Completou ainda que, em sua opinião trata-se de uma enfermidade e que atitudes como essa, quando realizadas, deveriam ser de forma reservada e não em público.

Indignada com a colocação, principalmente por tratar de uma bandeira defendida por ela diariamente, Tereza Nelma pediu a palavra e colocou-se contrariamente a esse posicionamento, afirmando que, apesar do respeito que tem pelo Dr. Ronaldo Luz, o mesmo foi infeliz no emprego das palavras.

“Homossexualidade não é patologia. Não sou médica mais tenho convicção que não se trata de uma doença. Isso sempre existiu e o que precisamos discutir aqui nessa Casa são os direitos humanos. A população está aí, atenta a tudo que discutimos e não podemos nos colocar nunca dessa forma. Afinal, qual exemplo estaríamos dando para a sociedade? Nosso estado é o que mais mata homossexuais e transexuais. Certas opiniões espelham para a sociedade que as barbáries que presenciamos contra essas pessoas são normais, quando na verdade não são e não serão nunca! Não estou aqui defendendo televisão, estou defendo a vida e não tenho vergonha de dizer que sou a favor dos homossexuais. O mais importante é respeitar. Isso sim deveria estar sendo discutido aqui.”, enfatizou a vereadora.

Ainda em seu discurso, Tereza Nelma afirmou que já foi muito discriminada por colegas da própria Câmara, por atuar na defesa das minorias. “Sou a vereadora que mais fez leis de direitos humanos voltadas para o movimento LGBT, em todo o Brasil. Então, de fato,  não poderia nunca me omitir diante dessas palavras, Doutor Ronaldo Luz. Não posso ouvir dizerem que homossexualidade tem cura e não me posicionar. Defendo sim os homossexuais, os transexuais, os bissexuais, as lésbicas, da mesma forma que defendo os negros, as pessoas com deficiência e todos os seres humanos. Tudo isso sempre existiu e digo mais, em todas as camadas sociais, da mais baixa até a mais alta. Precisamos entender que o drama da novela é real. Isso acontece todos os dias!”, concluiu.

Veja parte do discurso:
https://www.facebook.com/TerezaNelmaAL/videos/1465210550253247/

Fonte: Ascom

Comente

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>