João Beltrão é inocentado por unanimidade no Pleno do TJ

O Ministério Público já anunciou que irá recorrer da decisão.

Vitor Menezes/Ascom TJPleno do TJ absolve João Beltrão por unanimidade

Pleno do TJ absolve João Beltrão por unanimidade

O Pleno do Tribunal de Justiça de Alagoas absolveu nesta terça-feira, 17, por unanimidade, o deputado estadual João Beltrão da acusação de homicídio qualificado contra o cabo da Polícia Militar José Gonçalves da Silva Filho, crime cometido em 1996.

De acordo com a assessoria de Comunicação do Poder Judiciário, além do relator, desembargador João Luiz Lessa, votaram no julgamento os desembargadores Paulo Lima, Elisabeth Carvalho, José Carlos Malta, Pedro Augusto, Klever Loureiro, Fábio Bittencourt, Domingos Neto e Maurílio Ferraz, juiz convocado.

O Ministério Público Estadual acusa o parlamentar da autoria intelectual do assassinato do cabo Gonçalves. Em sua sustentação oral o procurador-geral de Justiça, Alfredo Gaspar de Mendonça, além de elencar crimes no qual o deputado teria participação, foi enérgico em afirmar que havia chegado ao fim o tempo de impunidade e pediu a condenação do parlamentar por homicídio duplamente qualificado, ainda assim nenhum dos desembargadores votou pela condenação do réu.

Leia Também: ‘É hora do estado de Alagoas dar resposta adequada àqueles que têm poder de mando’ 

A assessoria do MP já divulgou que o procurador-geral de Justiça, Alfredo Gaspar de Mendonça Neto, vai recorrer da decisão, assim que a publicação do acórdão for feita.

A sessão havia sido adiada por duas vezes. Primeiro, por causa de uma viagem pré-agendada por Beltrão no dia 12 de setembro. E depois, no dia 26 do mesmo mês, por falta de quórum.

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *