Polícia


Perita criminal impulsiona trabalhos de laboratório forense em Alagoas

Exames nas áreas de biologia, toxicologia, química e física aceleram investigações criminais

Ascom/POALPerita Rosana Coutinho

Perita Rosana Coutinho

A inauguração do primeiro Laboratório Forense e do Laboratório de Genética do Instituto de Criminalística (IC) foi um marco para a Perícia Oficial de Alagoas. Até então, exames de biologia, toxicologia, química, física e de DNA forense eram realizados em outros estados. Hoje, a realidade é outra. Com uma das mais modernas estruturas do país, Alagoas ganhou autonomia na área de análise forense.

Esse passo significativo da implantação dos laboratórios só foi possível graças ao trabalho determinado e incansável da perita criminal Rosana Coutinho. Esse projeto foi uma das ações que levou a perita a ser indicada e agraciada com a Medalha Sílvio Viana, honraria destinada a servidores públicos com relevantes serviços prestados ao Estado.

Rosana ingressou no serviço público em 1982, como bancária do antigo Produban (Banco do Estado de Alagoas). Em 2002, após aprovação em novo concurso público, ingressou no Instituto de Criminalística, na função de perito criminal.

Graduada em Ciências Biológicas, com especializações em Biologia de Ecossistemas Costeiros e em Genética Forense e mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente, atualmente, Rosana Coutinho é doutoranda em Biotecnologia em Saúde.

A perita criminal Milena Testa conheceu Rosana no Curso de Formação de Peritos Criminais, na Academia de Polícia, com a qual desenvolveu uma profunda amizade. Para Milena, essa é a mulher, mãe, servidora pública alagoana, a quem a homenagem de uma medalha reflete os aplausos de todos que a admiram.

“A cada dia, fui conhecendo mais o ser humano que ela é, acompanhando seu crescimento exemplar. Hoje, sei que ela pode olhar para trás e se orgulhar de ter encaixado cada pedra na estrada de sua vida, criando seus filhos, estudando, ensinando, empenhando-se na gestão dos laboratórios da Perícia Oficial, sempre diligente e leve. Sei que olhará apenas de soslaio, porque não é o passado nem o orgulho que a movem, mas o futuro da coletividade, por meio de um serviço público mais eficiente em nome da justiça”, afirmou a perita.

Além das implantações dos laboratórios, Rosana Coutinho atuou em perícias de locais de crimes contra a vida e contra o patrimônio, acidentes de trafego, perícias criminais em locais de crimes contra o meio ambiente e exerceu o cargo de diretora do Instituto de Criminalística. Ela também desenvolveu o projeto de implantação do Sistema de Gestão da Qualidade no laboratório geral da Perícia Oficial do Estado de Alagoas.

Se, em 2002, Rosana foi aluna, em 2016, ela foi instrutora no curso de formação dos novos peritos criminais de Alagoas. Marek Henryque foi um dos seus alunos e, hoje, perito criminal, ele trabalha no Laboratório Forense chefiado por ela. “Rosana se destaca por ser proativa, compromissada com a instituição e dedicada ao trabalho pericial”, ressaltou o perito.

Medalha Silvio Viana

Rosana e outros nove servidores irão receber a medalha Silvio Viana pelos trabalhos desempenhados e que foram considerados de extraordinária relevância e exemplos de coragem, dedicação, eficiência, lisura e senso superior do interesse público. A cerimônia será realizada nesta quinta-feira (19), às 19h, no Teatro Deodoro.

Fonte: Ascom/POAL

Comente

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>