Religião


Fundação João Paulo II comemora 25 anos da Casa Dom Bosco

Ao longo desses anos, mais de 5 mil crianças e adolescentes foram acolhidos na instituição

AssessoriaCasa Dom Bosco

Casa Dom Bosco

A Fundação João Paulo II comemora neste mês de outubro o Jubileu de Prata da Casa Dom Bosco fundada em 19 de outubro de 1992, com o objetivo de acolher crianças e adolescentes em vulnerabilidade social e com dependência química.

Durante esses 25 anos, a instituição promoveu o acolhimento de 5.693 jovens, proporcionando o acesso à educação, saúde e profissionalização. A Casa Dom Bosco foi fundada pelo bispo emérito de Maceió, Dom Edvaldo Gonçalves do Amaral e atualmente é presidida pelo Padre Tito Régis.

Para o Padre Tito, a crença no amor e na doação ao próximo foram os combustíveis para fazer acontecer todos os sonhos, metas e realizações dentro da instituição, que apenas não ofertou um abrigo para crianças e adolescentes, mas possibilitou a cada uma delas o recomeço e uma mudança de vida.

“Horas amargas foram experimentadas: injustiças, ingratidões, incompreensões, e perdas. Mas nada maior que a certeza da fé. Deus é amor e esteve comigo todo tempo. Nada fiz sem contar com Deus e seus emissários. Cada criança e adolescente que nesta casa Dom Bosco tiveram a graça de passar veio trazidos pelos braços de Deus. É um dom para nós. Nossa Senhora Auxiliadora está aqui cuidando de tudo e de todos. Este é o sentimento que trago no coração, pronto para começar tudo de novo”, afirmou o sacerdote.

AssessoriaCasa Dom Bosco

Casa Dom Bosco

A Fundação João Paulo II cercou-se de pessoas dispostas a fazer o bem, que juntas com Dom Edvaldo e o Padre Tito acompanham a instituição nesses 25 anos como benfeitores.

A instituição dispõe da estrutura de mais cinco prédios a Escola Carlos Novello, unidade onde são desenvolvidos os cursos de profissionalização e parte das atividades com psicólogos e assistentes sociais, a Casa Dona Assunta local destinado para continuidade do processo de reinserção profissional, Casa Maria e Amélia Papini, Casa Totus Tuus e a Pousada Estudantil Dom Bosco.

O projeto Dom Bosco

O projeto Dom Bosco visa atender as necessidades das crianças e adolescentes de 12 a 18 anos encaminhadas ao lar, mas, sobretudo busca ofertar meios para efetivar sua reinserção na família e sociedade, através de cursos profissionalizantes.

Para isso, conta com uma rede de profissionais formada por Psicólogo, Assistente Social, Pedagogo, Médico, Dentista, voluntários e monitores.

Atualmente a Casa Dom Bosco exerce um papel junto ao estado na recuperação de jovens com dependência química. O tratamento tem durabilidade de seis meses, onde o interno dispõe de todas as atividades educativas e de lazer dentro da Casa, além de fazer a interação social durante passeios e atividades com a comunidade local.

“Neste sentido, o objetivo da Casa Dom Bosco é a reinserção das crianças e adolescentes aos vínculos familiares e mediante capacitação e a aprimoramento das capacidades e individualidades a inserção ao mercado de trabalho bem como a contribuição para o tratamento da dependência química”, enfatizou Jorge Fernando, Assistente Social e coordenador da Casa Dom Bosco.

Dentro das comemorações do seu Jubileu de prata, a Fundação João Paulo II reinaugura a primeira casa pertencente à instituição, a Casa Dona Assunta que terá como finalidade umas das etapas do processo de reinserção do jovem dependente químico.

Comemorações

Para relembrar cada momento vivido nestes 25 anos, a direção da Casa Dom Bosco promove nos dias 24 e 25 deste mês uma exposição histórica da Fundação João Paulo II, momento que também será realizado um encontro de conhecimento e confraternização das demais instituições com a mesma finalidade existentes em Alagoas.

A exposição fotográfica é aberta ao público.

Já no dia 29 será realizado o ‘Encontro entre Amigos’, com a celebração de uma missa de ação e graças, às 12 horas, na Casa Dom Bosco.

Serviço
O quê: Exposição Fotográfica
Data: 24 e 25 de outubro
Local: Fundação João Paulo II – Av. Jorge Montenegro Barros, 4.000 – Santa Amélia
Horário: 9h
Informações: 3314-1408

Fonte: Assessoria

1 Comentário

  • Tou conselheira tutelar, e sempre levo adolescentes para a Casa Dom Bosco, os jovens lá são tratados e acolhidos com muito amor, encontro lá o puro amor de Cristo. sempre digo que se no lar familiar, os pais copiassem as regras que existem na Casa Dom Bosco, as familias eram mais felizes, lá tem ordem, tem regras, os jovem são educados. Aprendi a amar a Casa do Bosco. Outro dia levei um adolescente rejeitado pelos familiares, fui buscá-lo no HGE, com a perna fraturada e o o braço imobilizado, e lá ele foi recebido com muito amor e atenção. Obrigada por este local de paz e amor existir.

Comente

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>