CGU aponta prejuízo de quase R$ 1 milhão na aquisição de livros em Palmeira

ReproduçãoPalmeira dos Índios

Uma auditoria realizada pela Controladoria Geral da União (CGU) identificou um rombo nos cofres públicos de Palmeira dos Índios, cidade do Agreste alagoano. De acordo com levantamento do órgão, cerca de R$ 1 milhão de reais foram utilizados na compra de livros paradidáticos. O valor, considerado acima do normal, foi exibido em matéria veiculada no “Jornal Hoje”, da Rede Globo, nessa quinta-feira (14).

De acordo com a denúncia, a aquisição dos livros teria sido recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) no ano de 2016. As investigações foram concentradas nos dias 24 e 28 de abril de 2017. O relatório da CGU foi publicado em novembro deste ano. Veja aqui.

Veja a matéria abaixo (ela começa em 09:40min)

Confira a nota da Prefeitura de Palmeira dos Índios:

Sobre a destinação dos livros armazenados sem depósito da Secretaria Municipal de Educação, que compraram em excesso pela gestão anterior.

A Prefeitura de Palmeira dos Índios informativos de uma Secretaria Municipal de Educação aguarda orientação do MEC para fazer uma melhor destinação da quantidade excessiva de livros paradidáticos que foram comprados pela gestão governamental anterior.

O prefeito Júlio Cezar já pediu urgência e divulgado até o início de 2018 Estes livros já deveriam estar nas mãos de quem mais precisa: o aluno mais carente.

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *