Alagoas recepcionará I Simpósio Internacional sobre Esclerose Lateral Amiotrófica

Serão três dias de discussões com pesquisadores e médicos dos Estados Unidos, Uruguai, Coréia do Sul e Brasil; Pacientes de ELA e familiares têm inscrições gratuitas

DivulgaçãoSimpósio

Simpósio

Durante os dias 03, 04 e 05 de março de 2018, Maceió sediará o I Simpósio Internacional sobre Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA) – Alagoas em Movimento, no auditório do Jatiúca Hotel & Resort. Estão confirmadas quinze palestras de pesquisadores e médicos do Brasil (Rio de Janeiro, Alagoas, São Paulo e Paraná), Estados Unidos (Arizona e Carolina do Norte), Coréia do Sul (Seul e Gwangju) e Uruguai.

Além disso, pesquisadores da Universidade de Harvard participarão através de videoconferência e o público poderá acompanhar através de tradução simultânea.

O objetivo do evento é reunir, pela primeira vez, profissionais de diversas nacionalidades e com vasta experiência nas áreas de ELA, Neurociência e Células-tronco, e proporcionar amplas discussões, proporcionar a construção do conhecimento e informar a comunidade sobre os trabalhos em andamento.

Axé Cofré, Ph.D membro da comissão organizadora, lembrou a recente liberação de recursos do Ministério da Saúde para equipar um Laboratório para pesquisa sobre ELA em Alagoas. “O Simpósio será importante tanto para este projeto quanto porque ainda não houve no Brasil evento com tamanha grandeza e participação de profissionais renomados, de diversas universidades, e que trarão novidades com relação à clínica, nutrição e pesquisa”.

AssessoriaReunião com cientistas coereanos em janeiro de 2018.

Reunião com cientistas coereanos em janeiro de 2018.

As inscrições, o cronograma completo e as biografias dos palestrantes podem ser conferidos no site https://www.alagoasemmovimento.com/. As vagas são limitadas e os interessados podem selecionar uma das seguintes categorias: portador de ELA e/ou familiar (gratuito), estudante de graduação (R$ 60,00), estudante de pós-graduação (R$ 80,00) e profissional (R$ 100,00). É possível pagar em boleto bancário até 16 de fevereiro e em cartão até 02 de março. As dúvidas também podem ser enviadas através do site.

“Atenção para o email cadastrado durante a inscrição, pois é para ele que será enviado o certificado com 25h de participação no evento”, frisou Axel Cofré.

O médico Hemerson Casado Gama, paciente de ELA há seis anos e presidente de associação que leva seu nome, deixou sua mensagem: “Convido todos a participar desse momento. É uma oportunidade única para entender melhor sobre a ELA, suas pesquisas, tratamentos e os cuidados necessários para os pacientes. Além da aproximação entre brasileiros e estrangeiros, comunidade e pesquisadores, criando uma corrente para o combate a essa terrível enfermidade”.

O Simpósio é coordenado pelo Ph.D e professor da Universidade Federal de Alagoas (UFAL) Marcelo Duzzione e conta com a participação da Associação Dr. Hemerson Casado Gama na organização. O apoio para o evento vem da Organização Pan-Americana da Saúde, Ministério da Saúde, UFAL, Prefeitura de Maceió, Fundação de Apoio ao Ensino, Pesquisa e Extensão em Alagoas e Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas.

SOBRE A ELA

A Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA) é uma doença neurodegenerativa devastadora, caracterizada pela morte progressiva de neurônios motores no córtex, tronco cerebral e medula espinhal. Como consequência causa paralisia, insuficiência respiratória e morte entre 3 a 5 anos após o diagnóstico. A ELA é considerada uma doença rara e pouco se sabe sobre as causas e menos ainda sobre a sua progressão ao nível molecular. Estima-se que no Brasil ocorram dois mil novos casos todos os anos. Até o momento a ELA é incurável e existe um único tratamento disponível, que aumenta a sobrevida dos pacientes.

Fonte: Assessoria

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações