“O Processo”, documentário sobre o impeachment de Dilma Rousseff, terá pré-estreia no Arte Pajuçara

DivulgaçãoO Processo

O Processo

Fenômeno em todo o país antes mesmo de entrar em cartaz, “O Processo”, de Maria Augusta Ramos, ganhará pré-estreia em Maceió na próxima quarta-feira (16), marcando mais uma edição da Sessão Encontro.

Além da exibição do aguardado documentário que acompanha o processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff, a programação contará com uma performance do grupo de teatro Uzinformais, que apresentará trechos do espetáculo “Se os Tubarões fossem Homens”.

Após a exibição acontecerá um debate  com o jornalista Rodrigo Cavalcanti (Agenda A) e com o historiador e escritor Geraldo Majella Marques.

Destaque do último festival É Tudo Verdade, o filme teve sessões esgotadas e concorridas  em São Paulo e Rio de Janeiro. No Estação NET Botafogo a fila em busca do ingresso, gratuito, dava voltas no quarteirão. O sucesso se repetiu na pré-estreia realizada na última terça-feira (09), no Cine Brasília, onde os ingressos se esgotaram em pouco mais de 20 minutos.

Ana Paula AmorimMaria Augusta Ramos

Maria Augusta Ramos

O longa venceu no dia 20 de abril o prêmio de Melhor Longa Metragem da Competição Internacional do Festival Internacional de Documentários Visions du Reel em Nyon, na Suíça, e participará do Hot Docs – Festival Internacional de Documentários de Toronto, dias 29 de abril e 1º e 6º de maio, no Canadá. Também estará no Festival Indie Lisboa, em Portugal, dias 1º e 6 de maio, e no Documenta Madri – XV Festival Internacional de Cinema Documental, dias 4 e 9 de maio, na Espanha. Depois, o longa participa dos festivais de Munique, na Alemanha, e Sheffield, na Inglaterra.

O longa, que estreou mundialmente em fevereiro, no Festival de Berlim e foi escolhido pelo público como o terceiro melhor documentário da mostra Panorama, retrata o processo que culminou no impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff,  em 31 de agosto de 2016.

Diretora dos longas premiados “Futuro Junho” (2015), “Seca” (2015), “Morro dos Prazeres” (2013), “Juízo” (2007), “Justiça” (2004) e “Desi” (2000), em seu novo trabalho, Maria Augusta Ramos busca compreender e refletir sobre o atual momento histórico brasileiro. A diretora dá continuidade às abordagens desenvolvidas a partir do sistema judiciário do país na trilogia formada por “Justiça”, “Juízo” e “Morro dos Prazeres”.

Para realizar “O Processo”, Maria Augusta passou vários meses em Brasília, sua cidade natal, acompanhando cada passo do processo de impeachment, somando 450 horas de material filmado. Sem fazer entrevistas ou intervir nos acontecimentos, ela e sua equipe circularam por corredores do Congresso Nacional, filmaram coletivas de imprensa, registraram as votações na Câmara dos Deputados e no Senado e testemunharam bastidores nunca mostrados em noticiários.

O longa é produzido por NoFoco Filmes, coproduzido pelo Canal Brasil, pela produtora alemã Autentika Films e pela holandesa Conijn Film e tem distribuição da Vitrine Filmes. A estreia nos cinemas está marcada para 17 de maio.

Sinopse:

“O Processo” oferece um olhar pelos bastidores do julgamento que culminou no impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff em 31 de agosto de 2016. O filme testemunha a profunda crise política e o colapso das instituições democráticas no país.

Serviço:

O quê: Sessão Encontro/Pré-estreia do documentário O Processo
Onde e quando: No Arte Pajuçara, quarta-feira (16), às 19h.
Ingresso: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada) – Ingressos à venda a partir de sábado dia 12 às 16h
Informações: artepajucara.com.br

Programação completa:

19h – Performance Uzinformais e trecho de Se os Tubarões fossem Homens
19h15 –  Exibição do filme
21h35 – Debate com o jornalista Rodrigo Cavalcanti e com o historiador e escritor Geraldo Majella Marques.

Fonte: Assessoria

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações