Programa Flui: Alunos deodorenses iniciam atividades com tablets nas escolas municipais

Todos os dias, durante trinta minutos, alunos do 2º, 3º e 4º realizam atividades no tablet com jogos que desenvolvem e melhoram a fluência em leitura

Hiarlley SabinoPrograma Flui

Programa Flui

Os alunos das turmas do 2º, 3º e 4º ano de quatro escolas municipais de Marechal Deodoro iniciaram, esta semana, o Programa Flui, programa do Instituto Alfa e Beto que, por meio de um jogo digital, promove o desenvolvimento da fluência de leitura nos alunos.

A partir de agora, durante todos os dias até novembro, os alunos das Escolas Municipais Adelina de Carvalho, Hamilton Gouveia, Governador Luiz Cavalcante, Joviniano Rodas, passarão a ter entre as atividades desenvolvidas na escola um período de trinta minutos para jogar o Cidade das Palavras, um jogo digital que trabalha o desenvolvimento da leitura por meio de desafios como trava-língua, palavras cruzadas e exercício da leitura em voz alta.

Em Alagoas, Marechal Deodoro é o primeiro município a inserir o programa nas escolas municipais. De acordo com a secretária municipal de Educação, Amanda Alves, o programa vai contribuir diretamente para melhorar a fluência de leitura dos alunos.

Hiarlley SabinoPrograma Flui

Programa Flui

“Nós já temos uma parceria com o IAB desde o ano passado e agora estamos iniciando um novo projeto. Esta é uma forma de desenvolver e de avaliar a aptidão de leitura dos alunos jogando, e vermos se o uso da tecnologia pode facilitar na aprendizagem dos alunos”, disse a secretária.

De acordo com o coordenador do Alfa e Beto em Alagoas, Fábio Silva, cada tablet tem a identificação do aluno e será usado somente por ele. O software avalia o aluno pelo desempenho nas fases dos jogos e também pelo reconhecimento da voz, compilando as informações em um sistema

Oito escolas do município realizaram um diagnóstico para avaliar a fluência em leitura dos alunos. Destas, as Escolas Municipais Adelina de Carvalho, Governador Luiz Cavalcante, Joviniano Rodas, Hamilton de Gouveia, estão usando o Flui, e as outras quatro, Silvério Jorge, Altina Ribeiro Toledo, Manoel Messias, Eleuza Galvão, não estão usando.

Em novembro, ao final do programa, o Instituto Alfa e Beto junto com a Secretaria de Educação, irá avaliar o resultado final, fazendo um comparativo do desempenho e fluência em leitura dos alunos das quatro escolas que usaram o Flui e das quatro escolas que não usaram o programa

“Com os resultados vamos poder saber como está sendo a evolução da leitura deste alunos e, assim, será possível realizar uma intervenção com os alunos que estiverem com dificuldades ou não consigam acompanhar os demais. Ao todo, são 235 tablets que foram cedidos ao município para iniciarmos o Flui e nossa pretensão para o futuro é levar para todas as escolas”, disse a secretária Amanda Alves.

Parceria com o IAB

A Prefeitura de Marechal Deodoro através da Secretaria Municipal de Educação firmou parceria com o Instituto Alfa e Beto desde o ano passado com o uso de livros didáticos para desenvolver e melhorar a qualidade de ensino no município. E foi a partir de um resultado positivo na aprendizagem dos alunos, que o Instituto trouxe o programa para os estudantes da rede municipal, sendo Marechal Deodoro o primeiro município a ter este programa.

Fonte: Secom Marechal Deodoro

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *