Vereador quer gratuidade no transporte público para eleitor em dia de votação

Ascom/Câmara de MaceióCâmara de Maceió

Câmara de Maceió

O vereador Samyr Malta (PSDC) deve apresentar, em sessão ordinária da próxima terça-feira (12), projeto de lei que prevê a gratuidade no transporte público de Maceió para os eleitores da capital em dia de eleições no país. Ele tratou do tema em sessão ordinária desta quarta-feira (6) no Plenário da Casa. Durante sua fala, o parlamentar recebeu o apoio dos vereadores José Márcio Filho (PSDB) e Sílvio Camelo (PV). Ambos avisaram que devem subscrever a iniciativa de Samyr. Para justificar a apresentação do PL, o vereador do PSDC citou números da recente eleição suplementar no estado do Tocantins, quando, segundo o TSE, votos nulos, abstenções e brancos somaram 43,54% do total nas urnas. A eleição suplementar ocorre em virtude da cassação do ex-governador Marcelo Miranda (MDB) e sua vice Cláudia Lelis (PV).

“Até aqui mesmo em Alagoas, noto um certo desinteresse por parte da população pelas eleições para presidente, governador, senador e deputados. Tudo isso, infelizmente, é fruto da crise política pela qual o país atravessa. O descrédito é generalizado. Como prova desse processo, tivemos quase 50% de votos nulos, abstenções e brancos lá no Tocantins. Pensando nesse aspecto, quero deixar claro que respeito a decisão do eleitor de não querer ir votar, se for o caso. Mas, meu projeto de lei para dar gratuidade em dia de eleição é para deixá-lo ainda mais à vontade para decidir. A democracia precisa ser valorizada”, destacou Samyr Malta.

Além disso, lembrou o parlamentar, muitos eleitores deixam de votar porque moram distantes das secções eleitorais e não têm dinheiro para pagar o ônibus.

ORDEM DO DIA – A sessão desta quarta-feira também contou com a aprovação de projetos de lei, requerimentos e indicações que constavam da ordem do dia da Casa. Entre eles, um PL de Fátima Santiago (PP) que institui no calendário oficial de Maceió o Dia do Rotariano, comemorado, anualmente, em 23 de fevereiro. Além dele, iniciativa de Tereza Nelma (PSDB), que obriga afixação de cartazes em estabelecimentos comerciais e órgãos públicos sediados em Maceió condenando a homofobia.

Já a vice-presidente da Câmara, vereadora Silvania Barbosa (PRB), teve PL aprovado que cria o boletim escolar eletrônico nas escolas da rede pública municipal de ensino da capital; ainda na área de educação, o vereador Eduardo Canuto (PSDB) conseguiu aprovação para seu PL que institui o reconhecimento do caráter educacional e formativo do Jiu-jitsu, e permite a celebração de parcerias para o ensino da modalidade esportiva nas escolas de Educação Básica pública em Maceió.

Os vereadores Silvânio Barbosa (PMDB) e Siderlane Mendonça (PEN) tiveram requerimentos aprovados, respectivamente, que requer a drenagem da Vila Padre Cícero no Henrique Equelman, no Antares, e entrega da Comenda Amigo da Criança ao doutor Paulo Victor. O vereador Kelmann Vieira (PSDB) aprovou entrega da Comenda Arthur Ramos a José Cardoso Cavalcante Júnior.

De iniciativa de Dudu Ronalsa (PSDB), requerimento pede o prolongamento da linha que chega ao Terminal do Trapiche da Barra para o Terminal do Pontal da Barra.

Fonte: Ascom/Câmara de Maceió

Veja Mais

2 Comentários

  • Zau says:

    Excelentíssimo vereador, gratuidade significa que alguém irá pagar para outros andarem de “graça”. Geralmente os próprios usuários tem que arcam com um custo de passagem maior. Faz o seguinte, excelência, apresenta um projeto que diminua os gastos de gabinete dos senhores e o número de secretarias inúteis e assim uma diminuição de impostos. Dessa feita, o povo tem mais dinheiro no bolso e, quem sabe, sairá para votar em vossas excelências.

  • Zau says:

    Excelência, dicas: SEMGE, SMCI, SEMAS e, uns 20% de gastos da câmara: uns 70 milhões cortados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações