Acusados de assassinar homem na orla da Pajuçara devem ir a júri popular

Foto: Divulgação

O  juiz John Silas da Silva, da 8ª Vara Criminal de Maceió, determinou que os réus Paulo Cavalcante de Oliveira e Moab Costa de Albuquerque sejam levados a júri popular pela morte de Wiverton dos Santos Carnaúba, ocorrida no dia 23 de junho de 2012, no bairro da Pajuçara. A pronúncia foi publicada no Diário da Justiça Eletrônico desta quarta-feira (18), mas o julgamento ainda não tem data marcada.

De acordo com os autos, a vítima teria sido morta por ter jogado uma bombinha nos pés de um dos acusados. Afirma a denúncia que Moab teria emprestado a arma para que Paulo cometesse o crime.

Os acusados negam serem os responsáveis pela morte. A tia da vítima disse em depoimento que, no dia do fato, por volta das 16h, seu sobrinho estava no estacionamento em que trabalhava como flanelinha quando chegaram vários usuários de entorpecentes, entre eles Paulo e Moab.

Segundo ela, apesar de Wiverton também ser usuário, não gostou da situação, pois estava tomando conta dos carros no local. Insatisfeito, teria jogado a bombinha em direção a um dos acusados. Momentos depois, foi atingido com disparos de arma de fogo.

De acordo com o juiz John Silas, os depoimentos das testemunhas foram suficientes para gerar a convicção da existência de elementos suficientes de autoria, exigidos nessa fase processual. Os réus deverão ser julgados por homicídio qualificado.

Matéria referente ao processo nº 0710172-72.2013.8.02.0001

Fonte: TJ/AL

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *