Advogado gravou Trump discutindo pagamento a ex-modelo da Playboy, diz NYT

Ex-modelo da Playboy, Karen McDougal alega que manteve uma relação extraconjugal com Trump entre 2006 e 2007. O presidente nega.

Reuters/Carlo Allegri

Donald Trump

O presidente americano Donald Trump teve gravada uma conversa na qual ele discutia pagamentos a uma ex-modelo da Playboy que alega ter tido um caso com o político, segundo reportagem do jornal “New York Times” publicada nesta sexta-feira (20). De acordo com a publicação, o advogado de Trump, Michael Cohen, gravou secretamente uma conversa com ele, dois meses antes das eleições de 2016.

Segundo o jornal, a informação é atribuída a advogados e outras fontes. Eles revelaram que a gravação foi encontrada neste ano por investigadores do FBI durante uma busca nos escritórios de Cohen.

O Departamento de Justiça dos EUA investiga se Cohen pagou mulheres para impedir a divulgação de histórias embaraçosas sobre o presidente antes das eleições presidenciais de 2016. Os procuradores querem saber se o pagamento viola as leis federais sobre financiamento de campanha.

Reprodução/Facebook/Karen MacDougal

A ex-coelhinha da Playboy Karen Macdougal

A ex-modelo da Playboy, Karen McDougal, alega que manteve uma relação extraconjugal com Trump entre 2006 e 2007. O caso teria começado pouco depois de a primeira-dama, Melania Trump, dar à luz ao filho do casal, Barron Trump. O presidente nega.

McDougal vendeu a sua história ao tabloide “The National Enquirer” por US$ 150 mil nos últimos meses da campanha presidencial. O acordo a obrigava a se manter em silêncio sobre o caso. A história não foi publicada.

Em março, a ex-coelhinha da Playboy entrou com uma ação para ser liberada do acordo judicial e deu uma entrevista à rede CNN na qual descreveu sua relação com Trump como consensual e de amor.

Cohen foi advogado de Trump e seu confidente durante anos, e aconselha o atual presidente em negócios imobiliários e questões pessoais.

Caso de atriz pornô

A atriz de filmes adultos Stephanie Clifford, também conhecida como Stormy Daniels, coloca seu sapato depois de passar por uma revista de segurança no tribunal federal, no bairro de Manhattan, em Nova York (Foto: Shannon Stapleton/Reuters)

Trump também é acusado de ter tido um caso com a atriz pornô Stormy Daniels, o que nega. Daniels assegura que a relação ocorreu entre 2006 e 2007, quando ele já estava casado com Melania e o filho dos dois era um bebê.

Inicialmente, o presidente negava ter conhecimento de qualquer pagamento a Daniels, mas depois admitiu que Cohen chegou a um acordo de confidencialidade com a mulher em seu nome e que reembolsou o valor.

Cohen pagou US$ 130 mil a Stormy Daniels dias antes da eleição de Trump para que ela se calasse sobre o tema. O presidente esclareceu que o dinheiro não vinha de sua campanha eleitoral, mas disse que as acusações eram “falsas e extorsivas”.

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações