Diego Tardelli é punido por desrespeitar hino chinês

DR

A Federação Chinesa de Futebol suspendeu por um jogo o atacante brasileiro Diego Tardelli por sua “forma não solene” de comportamento durante a execução do hino nacional do país antes de uma partida do campeonato local. O Partido Comunista, no poder na China, estabeleceu uma lei em 2017 para punir as pessoas que desrespeitem a Marcha dos Voluntários. As punições para os infratores podem chegar até a três anos de prisão.

O atacante de 33 anos do Shandong Luneng – ex-São Paulo, Flamengo e Atlético-MG – olhou para o chão e passou a mão no rosto durante a execução do hino, antes da partida do último domingo contra o Shanghai SIPG. “As formas de Diego Tardelli não foram solenes (…), o que causou um impacto social desfavorável”, explicou a federação em comunicado.

A punição não foi bem aceita por muitos torcedores. “Tocar o rosto seria um comportamento de falta de dignidade? É um pouco exagerado”, escreveu um internauta na rede social Weibo. Mas também teve quem concordasse com a punição. “Pouco importa de que país você vem, é preciso respeitar o hino e a bandeira nacionais”, disse outro internauta.

Diego Tardelli está no Shandong Luneng desde 2015, contratado por 5,5 milhões de euros (R$ 23,2 milhões). Já foi considerado um dos principais jogadores da equipe e chegou a perder espaço na temporada passada. mas neste ano recuperou o prestígio e o lugar absoluto no time. No atual campeonato, é o quarto principal artilheiro, com 16 gols após 27 rodadas. O goleador da competição é Wu Lei, do Shanghai SIPG, com 25, dois deles marcados na vitória de seu time por 4 a 2 sobre o Shandong na partida que motivou a punição de Tardelli.

O Shandong Luneng está em terceiro lugar no Campeonato Chinês com 51 pontos, mas já sem chance de título, pois faltam apenas duas rodadas. A briga está entre o líder Shanghai SIPG (62 pontos) e o Guangzhou Evergrande (60).

Futuro

Diego Tardelli tem contrato com o clube chinês até o final deste ano e, a princípio, a punição não o fará mudar a disposição de renovar. Recentemente, ele disse estar bem adaptado ao clube e ao país asiático, não vê problema em permanecer, mas ponderou que seu futuro na carreira será definido por seu empresário.

Isso porque o próprio jogador já afirmou em algumas ocasiões que gostaria de voltar ao futebol brasileiro um dia. Ainda não tem claro se esse momento chegou, mas, se aparecer uma boa proposta, poderá encerrar o seu ciclo no futebol chinês.

O último time de Diego Tardelli no Brasil foi o Atlético-MG. Ele fez parte do grupo que conquistou o título da Copa Libertadores em 2013. É ídolo da torcida e, por isso, seu nome é sempre cotado para retornar ao clube. Mas, no momento, ninguém da diretoria do time mineiro confirma interesse no atacante.

Fonte: Notícias ao Minuto

Veja Mais

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *