Acusado de balear homem durante discussão deve ir a júri popular

Segundo os autos, vítima foi atingida após se envolver em uma briga entre o acusado e a vizinha; decisão de pronúncia foi publicada nesta segunda (5)

Dicom / TJ-AL

Júri

O juiz Sóstenes Alex Costa de Andrade, da 7ª Vara Criminal de Maceió, determinou que o réu Cícero Veríssimo da Silva seja levado a júri popular pela tentativa de homicídio contra José Eudes Galvão. A decisão de pronúncia foi publicada nesta segunda-feira (5) no Diário da Justiça Eletrônico.

O crime ocorreu no dia 11 de abril de 2014, no Conjunto Virgem dos Pobres, no bairro do Vergel. De acordo com os autos, Cícero teria expulsado a filha da vizinha da frente de sua casa. Quando a mãe da menina foi tomar satisfações, acabou sendo atacada física e moralmente pelo acusado. Ainda segundo a denúncia, José Eudes tentou intervir e foi atingido por um disparo efetuado pelo réu.

Durante o processo, a defesa alegou que o acusado não teve a intenção de matar a vizinha ou José Eudes. Sustentou ainda que Cícero agiu em legítima defesa, pois teria disparado como forma de se defender das provocações que estava sofrendo.

O julgamento ainda não tem data para acontecer. O réu deverá ser julgado por tentativa de homicídio por motivo fútil e recurso que impossibilitou a defesa da vítima.

Matéria referente ao processo nº 0700322-53.2014.8.02.0067

Fonte: Dicom / TJ-AL

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *