Padrasto é suspeito de estuprar e matar criança de 2 anos na região metropolitana

João Urtiga/Alagoas24horas

Complexo de Delegacias

Mais um crime brutal foi registrado na cidade de Rio Largo, região metropolitana da capital alagoana. Uma criança de 2 anos e dez meses morreu no Hospital Ib Gatto após sofrer lesões nas costas, abdome e ânus.

A morte da criança foi registrada como “a esclarecer” pela Polícia Militar. Ainda segundo o relatório do Centro Integrado de Operações da Segurança Pública (Ciosp), o menino teria sido vítima de estupro e o principal suspeito do crime é o seu padrasto, que alegou que a criança teria sofrido uma queda.

O crime ocorreu quando a mãe do menino, que está grávida do acusado, saiu para ir a uma mercearia e, ao voltar, encontrou a criança lesionada. As identidades de nenhum dos envolvidos foram divulgadas oficialmente.

Os militares informaram que o padrasto entrou em contradição durante o depoimento e possui longo ficha policial, com acusações de homicídio e uso de documento falso. Com base na fragilidade do depoimento, a polícia encaminhou o suspeito para a Delegacia de Homicídios, para prestar esclarecimentos à delegada Paula Francinete.

O corpo da criança será submetido à necropsia e para determinar a real causa da morte e se houve a violência sexual.

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações