Foragido da Justiça alagoana morre em confronto com a PC de Sergipe

SSP/SE

Procurado pela Justiça alagoana, Adeildo Porfírio da Silva morreu, junto com seu filho, em um confronto com os policiais civis de Sergipe na cidade de Canindé do São Francisco.

Segundo informações da SSP/SE, Adeildo Porfírio da Silva (pai), 62 anos, conhecido como “Del de Porfírio”, e Carlos Daniel Ferreira da Silva (filho), o “Carlinhos”, de 26 anos, possuíam mandados de prisões, expedidos pela Justiça de Pernambuco e Alagoas. Eles também eram procurados pelas polícias de Sergipe e Bahia.

Durante a operação, que contou com a participação dos policiais civis de de Canindé de São Francisco e Poço Redondo, foram cumpridos quatro mandados de prisão contra a dupla.

Ainda conforme dados da SSP/SE, pai e filho foram baleados no Povoado Pelado após realizarem disparos de espingardas calibres 28 e 36 contra as equipes policiais. Eles foram levados ao hospital do município, mas entraram em óbito. No local do confronto, os policiais apreenderam duas espingardas, 29 munições e quatro cartuchos.

“O trabalho de investigação está focado no combate aos crimes contra a vida, consequentemente na prisão dos seus autores. Os indivíduos eram acusados de diversos homicídios, assim como há indícios da participação de ambos em crimes na região onde estavam residindo, na divisa de Sergipe com o Estado da Bahia. Existiam três mandados em aberto para o pai e um para o filho, por isso foram quatro”, afirmou o delegado Fábio Santana, responsável pela operação.

Investigações policiais apontam que Adeildo Porfírio é acusado de assassinar, com a ajuda de Carlos Daniel,  seu outro filho, Genivaldo Porfírio da Silva, 21 anos, a facadas e tiros em um bar em Itaíba, no Distrito de Negras, em Pernambuco, no ano de 2016. A morte teria sido motivada por um desentendimento por conta de uma motocicleta.

Em Alagoas, a 5ª Vara Criminal de Arapiraca expediu o mandado de Prisão Preventiva contra Adeildo Porfírio pelo fato do acusado não comparecer em juízo e não ter sido encontrado durante as diligências. Ele é acusado de dirigir sob efeito de álcool.

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações