Música transforma a vida de aluno autista em Maceió

Assessoria

A Associação Pestalozzi de Maceió, atende pessoas com deficiência há 41 anos na cidade, através da educação, assistência social e saúde. Na área de educação, além das atividades curriculares também são ofertadas atividades complementares, como: capoeira, coral, jazz, pastoril, banda de percussão e balé.

Willams dos Santos Silva tem 22 anos, é autista, frequenta as aulas no Centro de Atendimento Educacional Especializado Genilda Porto, e há dois anos faz parte do coral “Canta e Encanta”, projeto de musicoterapia da unidade. O trabalho é realizado pelo instrutor Taciano Santos e visa promover a interação dos alunos com a música, com a família e com o público, além de auxiliar no tratamento clínico.

“É maravilhoso ver um autista diante de uma plateia e sentir-se à vontade quando se apresenta. A música tem o poder de transformar vidas, e vivenciar essa transformação de perto é gratificante, pois sei que o trabalho que desenvolvo todos os dias pela inclusão da pessoa com deficiência, tem mudado a vida dos meus alunos”, declarou o instrutor, Taciano Santos.

O Transtorno do Espectro Autista normalmente aparece nos três primeiros anos de vida e compromete a comunicação e interação social da criança. Além de frequentar a escola, Willams também recebe atendimento de saúde e assistência social na instituição.

De acordo com a psicóloga, Maria Lúcia Sidor, é um grande orgulho ver a evolução desse usuário. ”Quando Willams chegou até a nossa equipe, ele tinha muita dificuldade de interação, e hoje, principalmente nos aspectos sociais mostra-se participativo, através da exposição dos seus gostos e interesses, um deles é a música”, afirmou Maria Lúcia.

O coral “Canta e Encanta”, existe há 12 anos e faz parte das atividades do Centro de Atendimento Educacional Especializado Genilda Porto. O coral é composto por 40 alunos com vários tipos de deficiência. Nesse período natalino se apresentam em shoppings, escolas e em festas. O repertório é composto por músicas populares, natalinas e de cantores locais.

Fonte: Assessoria

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações