Após decisão de Vara Militar, deputado eleito Cabo Bebeto, se apresenta para cumprir prisão disciplinar; confira vídeo!

Divulgação

A Vara Militar determinou que o deputado eleito Cabo Bebeto (PSL) cumprisse prisão de seis dias – a partir dessa sexta-feira (14) – após ter sido acusado de abandonar o seu posto de serviço em 2015.

Na decisão, O comando da Polícia Militar afirmou que Cabo Bebeto “abandonou , sem ordem do superior, o posto e o serviço que lhe cumpria executar, sendo estes serviços de Comandante de Guarnição da ROCOM 2 e de Permanência ao PM BOX da Pajuçara, respectivamente e não teria justificado o ato”.

Em vídeo divulgado em suas redes sociais, Cabo Bebeto se disse surpreso pela decisão, já que na última semana a sua prisão teria sido descartada pelo comando da PM em Alagoas, que seria apenas registrado o caso na ficha funcional do militar.

“Decisão judicial se cumpre e eu irei cumprir ela sem questioná-la. Volto para a unidade onde me formei e cumprirei prisão no CFAP. Nada mais justo que terminar 16 anos onde tudo começou. Não será isso que irá me calar e nem me revoltar contra a Justiça e contra a Polícia. Pelo contrário, isso só me dá energia para seguir trabalhando”, afirmou Cabo Bebeto.

O futuro parlamentar se apresentou no final da tarde dessa sexta-feira ao Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (CFAP), onde irá cumprir prisão disciplinar. Por esta razão, Cabo Bebeto não participará da diplomação dos candidatos eleitos no último pleito, que será realizada na próxima segunda-feira (17).

“Não participarei pela solenidade de diplomação, que será na segunda-feira, mas não enviarei ninguém em meu lugar. Eu mesmo farei isso para honra os votos que me foram dados”, disse o deputado eleito.

Confira o vídeo na íntegra

Em nota, Cabo Bebeto lamentou o fato dizendo: “Venho comunicar que estou agora indo me apresentar no CFAP para cumprir a ordem de prisão disciplinar que foi expedida contra mim. Confesso que o momento é de tristeza, pois não pretendia usar essa farda numa situação dessas. Porém, como já expliquei anteriormente, TODOS policiais militares estão sujeitos à uma situação dessa e como não sou melhor do que ninguém, irei me submeter a decisão administrativa e cumprir os 6 dias de prisão que me foram impostos. Meus advogados estão adotando as medidas legais para reverter essa situação, só me restando aguardar a decisão judicial. Infelizmente talvez não consiga participar da solenidade de diplomação na próxima segunda-feira, o que me deixa triste. Poderia passar uma procuração para alguém receber o meu diploma, todavia, em respeito aos 31.573 eleitores irei pessoalmente, outro dia, receber meu diploma.

Atenciosamente, Cabo Bebeto.

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações