Pacientes em cuidados paliativos são beneficiados com investimento da Santa Casa em pós-graduação

Ascom Santa Casa

A Santa Casa de Maceió e o Hospital Israelita Albert Einstein (HIAE) promoveram na capital alagoana, no último sábado (12), o jantar de conclusão do Curso de Pós-Graduação em Cuidados Paliativos. O evento ocorreu no centro de convenções do Hotel Jatiúca reunindo lideranças dos dois hospitais e os 34 formandos.

Presentes no evento o provedor da Santa Casa de Maceió, Humberto Gomes de Melo; Olga Guilhermina Dias Farah, gerente de Ensino do Instituto Israelita de Ensino e Pesquisa; o diretor médico Artur Gomes Neto, a gerente da Divisão de Ensino e Pesquisa da Santa Casa de Maceió, a cardiologista Maria Alayde Rivera entre outros líderes.

Trata-se do segundo curso na modalidade “in company” contratado pela Santa Casa de Maceió junto ao hospital paulista. Neste formato, os professores ministram o curso na cidade onde a instituição parceira atua.

Conforme frisou o diretor médico Artur Gomes Neto, trata-se de um investimento que a Santa Casa de Maceió vem realizando para qualificar e atualizar ainda mais seus gestores e profissionais. O primeiro abordou a área de Gestão da Qualidade. Este agora abrangeu Cuidados Paliativos, reunindo profissionais das áreas de geriatria, oncologia e medicina intensiva.

O provedor Humberto Gomes de Melo, por sua vez, enfatizou a importância de que todos os pós-graduados multipliquem os conhecimentos adquiridos no curso junto aos seus pares e colegas de trabalho e em toda a instituição.

Em sua fala, Olga Guilhermina Farah lembrou que a gerente Alayde Rivera foi quem iniciou todo esse processo de parceria entre os dois hospitais. “Em 2015 ela propôs realizarmos a primeira turma de pós-graduação em Maceió, visto que à época ainda não tínhamos investido neste tipo de educação continuada. O fato é que partilhamos dos mesmos princípios defendidos pela Santa Casa, o que nos torna quase instituições irmãs”, acrescentou Olga.

A participação no curso e o conhecimento de cada formando adquirido em sua prática profissional na Santa Casa de Maceió foi motivo de elogios por parte de coordenadores e facilitadores. A atuação na área de cuidados paliativos da Santa Casa de Maceió permitiu aliar teoria e prática.

O conceito atual de cuidados paliativos não se restringe mais apenas à terminalidade. Hoje o foco se expandiu para os pacientes crônicos, cuja evolução da patologia é muito longa e que, por isso mesmo, necessitam de qualidade de vida.

A primeira turma de pós-graduação em Cuidados Paliativos foi composta de 34 profissionais, dos quais 10 médicos, 8 enfermeiros, 6 psicólogos, 5 fisioterapeutas, 2 terapeutas ocupacionais, 2 fonoaudiólogas e 1 nutricionista.

Fonte: Ascom Santa Casa

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações