Policial que atirou em flanelinha volta a ser preso por roubo e tráfico

Ascom MPE

Material encontrado na casa do soldado Cyro da Vera Cruz Neto

O soldado Cyro da Vera Cruz Neto, apontado pelo Ministério Público Estadual de Alagoas como integrante da organização criminosa comandada pelos tenentes da Polícia Militar de Alagoas Tiago da Silva Duarte e Wellignton Aureliano da Silva, já havia se envolvido em problemas., com

O militar, que é lotado no BPTran, atirou contra um flanelinha no dia 4 de junho de 2018 em frente ao Fórum Desembargador Jairon Maia Fernandes, no Barro Duro. José Geovânio da Graça é funcionário da OAB Alagoas e da Caixa Assistencial e foi feriado com um tiro.

Segundo o MPE, Cyro além de participar das ações criminosas, encobria os ilícitos praticados pelos tenentes, uma vez que negou em depoimento ter conhecimento dos ilícitos cometidos pelos oficiais.

Na operação Expurgo deflagrada nesta quinta (24), foram encontrados celulares, relógios, além de revólveres, munição e documentos de terceiros da residência de Vera Cruz. O MP atribui ao bando roubos, tráficos e ainda investiga homicídios e estupros. Cyro está preso em cumprimento a mandado. Outros dois soldados estão sendo procurados.

 

 

Veja Mais

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações