Expurgo: mais um soldado é preso por envolvimento em grupo criminoso

Ascom/MPE

Operação Expurgo

Mais um Polícia Militar está preso na Operação Expurgo, desencadeada hoje pela manhã, pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e o Núcleo de Gestão de Informação (NGI) – ambas unidades do Ministério Público Estadual de Alagoas (MPE/AL).

De acordo a assessoria de comunicação do MPE, o soldado Elton Diego Correia Vieira se apresentou ao Gaeco nesta tarde. As investigações apontam que o militar participava das ações criminosas da Orcrim e costumava encobrir os delitos praticados pelos tenentes Thiago e Wellignton Aureliano. O soldado será encaminhado para o Presídio Militar após a realização do exame de corpo de delito.

Até o momento, oito pessoas estão presas. Quatro delas são PMs identificados como: tenente Tiago da Silva Duarte – que está lotado na 5ª Companhia Independente de Marechal Deodoro, e tenente Wellington Aureliano da Silva – que trabalha na 3ª Companhia Independente de Paripueira, além do soldado Cyro da Vera Cruz Neto, que exerce suas atividades no Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran). O quinto policial militar envolvido no esquema ainda sendo procurado.

Os mandados de prisão e de busca e apreensão foram expedidos pela 17ª Vara Criminal da capital. Os envolvidos são acusados de participação em crimes de roubo, tráfico de drogas e armas e invasão a residências.

Também estão presos: Neilson Santos Dantas, Romoaldo de Souza da Silva, Dênis Novaes dos Reis Silva e um homem identificado apenas como Ramon. Todos foram detidos em suas residências e não reagiram a prisão. O Gaeco busca um quinto homem que também tem envolvimento com o bando.

Nota da PM

Em nota, a Polícia Militar de Alagoas informa que:

“Tão logo seja oficiada pelas prisões de militares realizadas durante a Operação Expurgo, na manhã desta quinta-feira (24), tomará as medidas cabíveis quanto a apuração da conduta dos envolvidos. A PM reitera que não compactua com o desvio da conduta de seus agentes, tanto no exercício da atividade policial ou fora dele, e sempre vela pelo cumprimento do dever legal”.

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações