Após tragédia do Flamengo, Corpo de Bombeiros irá fiscalizar CTs de clubes alagoanos

Secom Maceió/Arquivo

Secom

O Corpo de Bombeiros Militar de Alagoas irá reforçar as fiscalizações nos centros de treinamento dos clubes alagoanos. A decisão foi tomada após o CT do Flamengo, no Rio de Janeiro, ter sido destruído por um incêndio,  deixando 10 adolescentes mortos e três feridos.

De acordo com informações da assessoria de comunicação da corporação, a partir de hoje, o Corpo de Bombeiros fará um levantamento nos sistemas para identificar quais centros de treinamento estão regulares e quais apresentam pendências. Em seguida, os bombeiros irão aos CTs para fiscalizar e notificar aqueles que estiverem irregulares. 

Na madrugada da última sexta-feira, 08, o alojamento das categorias de base do Flamengo pegou fogo e deixou 10 adolescentes mortos e três feridos. Os bombeiros foram acionados e controlaram as chamas no Ninho do Urubu, em Vargem Grande, no Rio de Janeiro, em pouco menos de uma hora.

No entanto, o incêndio resultou nas mortes de Christian Esmério, 15 anos; Arthur Vinícius de Barros Silva Freitas, 14 anos; Pablo Henrique da Silva Matos, 14 anos; Bernardo Pisetta, 15 anos; Vitor Isaias, 15 anos; Samuel Thomas Rosa, 15 anos; Athila Paixão, 14 anos; Jorge Eduardo, 15 anos; Gedson Santos, 14 anos; e Rykelmo Viana, 16 anos.

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações