Lutador de MMA mata namorada de 16 anos e depois se suicida

Facebook

José Leandro Ribeiro da Silva, de 22 anos, morreu no hospital

Morreu no hospital o jovem José Leandro Ribeiro, de 21 anos, suspeito de assassinar a facadas a ex-companheira, Sarah de Souza Ferreira, de 16, na manhã desta quarta-feira (12) em Boa Vista.

Ribeiro, que era lutador de MMA, depois de esfaquear a ex, tentou cometer suicídio, mas foi socorrido com vida ao hospital. Ele morreu às 16h, informou a Polícia Civil.

O crime ocorreu no início da manhã desta quarta, na casa da família da adolescente, no bairro Sílvio Leite, zona Oeste da capital.

De acordo com a delegada Jaira Farias, titular do Núcleo de Proteção a Criança e Adolescente (NPC), onde o caso foi registrado, a principal testemunha do crime é uma irmã da vítima de 19 anos. Ela contou aos policiais que o suspeito chegou cedo à sua casa e chamou a garota para conversar.

A adolescente ainda foi orientada a não abrir o portão, mas terminou cedendo às insistências de José Leandro. O casal chegou a conversar por quase uma hora, nos fundos do quintal da casa, segundo a Civil.

Depois da conversa, a testemunha disse à delegada que percebeu que o casal estava indo para frente da casa, quando ouviu a irmã dizer que não pretendia reatar o relacionamento com José Leandro por diversas vezes. Em seguida, ela ouviu os gritos da irmã e ao averiguar o que estava acontecendo, presenciou José Leandro esfaqueado Sarah.

“Ela disse que o homem pegou a mesma faca e começou a se golpear no abdômen, chegando a ficar com as vísceras expostas. A testemunha telefonou para a Polícia e a equipe do Samu, mas quando chegou socorro sua irmã já estava morta. O infrator foi levado ao Pronto Socorro em Estado grave, seria submetido a uma cirurgia, mas devido às gravidades dos ferimentos não resistiu e morreu”. Detalhou a delegada.

De acordo com a delegada, o suspeito foi indiciado no NPCA por estupro de vulnerável contra Sarah, em virtude de ter se relacionado com a garota quando ela tinha 12 anos. A garota ainda viveu com Leandro na região do Alto Alegre. Quando ela completou 16 anos, os dois fizeram união estável em cartório.

“Ela se separou do ex-marido por causa do excesso de ciúme dele. Chegou a relatar com familiares que José Leandro não a deixava falar com os amigos, tinha muito ciúme e queria mantê-la presa a ele. O infrator tentava uma reconciliação, mas diante da negativa, praticou o crime”, disse a delegada.

A delegada aguardava informações sobre o estado de saúde de José Leandro, para autuá-lo em flagrante, quando foi comunicada de sua morte.

“Nesse caso, encerram-se as diligências na esfera policial com a juntada ao Inquérito do atestado de óbito do infrator, sendo o referido procedimento relatado e remetido à Justiça para o consequente arquivamento em razão da extinção da punibilidade pela morte do agente”, esclareceu a delegada.

Facebook

Sara Souza, de 16 anos, foi morta a facadas

Fonte: G1

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações