Simulado de evacuação mobiliza população no bairro do Pinheiro; moradores protestam

Moradores do bairro do Pinheiro viveram uma tarde sábado (16) atípica em decorrência da realização do simulado de evacuação. O procedimento estava previsto com o intuito de preparar a população para uma eventual situação de emergência que possa vir a acontecer no bairro, que apresenta instabilidades em seu solo desde fevereiro de 2018.

Durante o simulado, vários moradores saíram de suas casas e seguiram os procedimentos, instruídos por representantes das Defesas Civis Estadual e Municipal, que estiveram presentes junto a militares do Exército, Marinha, Força Aérea, Corpo de Bombeiros, Grupamento Aéreo, além da Polícia Militar, equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT), que auxiliou no fluxo de veículos na região.

Jorge Farias/Alagoas 24 Horas

Os moradores que participaram do simulado reclamaram da falta de orientações em alguns pontos de encontro e alegaram “não saber o que fazer em seguida”, como reclamou esta moradora que saiu de sua residência em direção ao Hospital Sanatório. No local, a equipe do Alagoas 24 Horas ouviu relatos de pessoas, que ficaram insatisfeitas e classificaram o procedimento como “confuso”.

Populares aproveitaram o dia da simulação e se mobilizaram no intuito de cobrar soluções para os problemas enfrentados, principalmente o grande número de pessoas que precisaram evacuar suas moradias e, segundo eles, não receberam o Aluguel Social. Um morador alega que, apesar das tendas instaladas, não estão sendo realizados cadastros e que a maioria dos populares não recebeu o auxílio previsto. “O motivo da mobilização é despertar atenção de autoridades, pois até agora não tivemos respostas e atenção da defesa civil”, diz ele. Outro morador levou um cartaz para o local onde dizia “Simulado não, queremos solução”.

Cortesia

A Defesa Civil Nacional cadastrou moradores através do número 40199 e, para que, em caso de  emergência, as pessoas cadastradas possam receber um SMS para que sejam instruídas por órgãos oficiais, e podendo se dirigir a um dos pontos de encontros previstos, caso necessário.

Reprodução

Veja Mais

2 Comentários

  • Roberto Theodosio Brandão says:

    UMA EVACUAÇÃO EM TESTE É UMA SITUAÇÃO MAIS OU MENOS CONTROLADA. NO CASO DE OCORRÊNCIA DE UM DESASTRE SERIA UM CAOS POIS HAVERIA PÂNICO NO LOCAL
    NA VERDADE O POVO RESIDENTE NO PINHEIRO SERÁ O GRANDE PREJUDICADO E A PROVA
    ESTÁ AI NESTE T E S T E.

    • Alexsandra Nunes says:

      Infelizmente também tive a impressão que os órgãos responsáveis não estão preparados e articulados, caso ocorra alguma tragédia no bairro do Pinheiro!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações