Mãe é autuada por sufocar e colocar filha de joelhos com tijolo na cabeça; veja vídeo

Uma mãe foi filmada maltratando a própria filha de 6 anos em Xinguara, no sudeste do Pará. Ela acabou perdendo a guarda da criança, que foi levada pelo Conselho Tutelar. Um inquérito foi instaurado pelo crime de tortura.

As imagens circulam nas redes sociais, mostrando a mulher batendo e sufocando a filha com um pedaço de pano. Em outro vídeo, a criança aparece de joelhos em cima de pedras, com um tijolo na cabeça. Veja no vídeo acima.

Os dois vídeos foram gravados e divulgados por um vizinho e chegaram até a Polícia. A mulher foi intimada a comparecer na delegacia de Xinguara.

Ao delegado Max Müller, a mulher disse que estava educando a filha.
O Conselho Tutelar também tomou conhecimento do caso quando os vídeos vieram à tona. A mãe foi notificada e a criança foi levada para um abrigo.

A Comissão dos Direitos Humanos, da Ordem de Advogados do Brasil (OAB), acompanha o caso e considera que houve abuso por parte da mãe.

O caso deve ser enviado ao fórum para análise da Justiça e, em seguida, ao Ministério Público do Pará (MPPA) que poderá oferecer denúncia ou pedir o arquivamento.

A mulher não foi encontrada em casa para dar entrevista nas duas vezes que a reportagem foi até o local para fazer contato.

Fonte: G1

Veja Mais

2 Comentários

  • Gleice says:

    Ai, como eu queria que morasse perto de mim, ia ensinar como se bate de verdade pra educar.
    Desgraçada!

  • Priscila says:

    Existe pessoas que não são PAI OU MÃE…. Como pode uma mãe cometer um ato tão desumano deste, com uma criança…. sei que temos que educar reeprender, dar uns tapas, mais sufocar? bater com tamanha covardia é demais…. temos que medir a força de um adulto para uma criança, corrente, chicotada nada adianta, alias nos tira o direito de educar nossos proprios filhos, reeprender sim…. com vigor sim, mas não com exageros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações