Testemunha diz que confundiu ex-jogador do CSA, condenado a sete anos

Reprodução

Everton Heleno

A testemunha responsável pela denúncia que culminou na prisão do ex-jogador do CSA, Everton Heleno, por roubo de celulares, voltou atrás em seu depoimento, informando que errou ao ter acusado o meio-campista.

Segundo a testemunha – uma mulher, que não teve seu nome divulgado – ela confundiu o jogador quando quatro homens foram apresentados para identificação.

Leia também: Everton Heleno, ex-CSA, é preso durante operação acusado de roubo de celular;

Ex-CSA e ASA, Everton Heleno é condenado a sete anos e seis meses de prisão

Ainda segundo a mulher, o engano ocorreu porque Everton Heleno era o único homem moreno que lhe fora apresentado que usava barba e que ela percebeu o engano após a verificação de uma conta em uma rede social.

O caso

Everton Heleno foi preso no dia 6 de agosto de 2018, no Centro de Recife, após o cumprimento de um mandado de prisão temporária expedido pela comarca da cidade de Camaragibe. Ele foi acusado de praticar diversos assaltos na região metropolitana de Recife.

A defesa do jogador sempre negou a participação dele nos delitos. Ainda assim, o ex-atleta foi condenado a mais de sete anos de prisão.

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações