CEI do Pinheiro define agenda de trabalho em sua primeira reunião realizada nesta segunda

A convite de senador, integrantes da Comissão vão participar de audiência em Brasília

Ascom Câmara

A convite de senador, integrantes da Comissão vão participar de audiência em Brasília

Uma visita nesta terça-feira (19) à Defesa Civil de Maceió, a partir das 10, e participação em Audiência Pública no Senado Federal, em Brasília, na próxima quinta-feira (21), serão os dois primeiros atos oficiais da Comissão Especial de Inquérito (CEI) da Câmara Municipal de Maceió, instalada nesta segunda-feira (18), para investigar os motivos que levaram ao afundamento, rachaduras e fissuras em imóveis e vias do bairro do Pinheiro e localidades adjacentes.

No retorno dos membros da comissão a Maceió, após audiência na capital federal, será a vez de a CEI se reunir com a comissão de promotores do Ministério Público Estadual (MPE-AL) para tratar também do assunto. Na oportunidade, será convocado o coordenador das pesquisas no bairro e membro do Serviço Geológico do Brasil (SGB), Thales Sampaio, e convidado o representante da Defesa Civil da capital, Dinário Lemos.

Presidida pelo vereador Francisco Sales (PPL), a CEI é composta, também, por José Márcio Filho (PSDB), relator; Silvania Barbosa (PRTB), secretária; Chico Filho (Progressitas), relator substituto; Luciano Marinho (Podemos), secretário substituto; Samyr Malta (PTC) e Maria Aparecida (DEN), membros.

“Foi uma reunião de instalação dos trabalhos e, por sinal, bastante proveitosa. Definimos os primeiros passos que a CEI vai tomar, com calendário já para esta semana. O objetivo é investigar sem fazer pré-julgamentos. Porém, a situação no Pinheiro e bairros próximos como Mutange e Bebedouro não é nada boa, como todos sabem. A Câmara, com essa CEI, tem como objetivo se inteirar dos fatos e obter informações oficiais sobre o que realmente está acontecendo há mais de um ano naquela região. Vamos a Brasília a convite do senador por Alagoas, Rodrigo Cunha (PSDB), fazer parte da audiência pública que também vai debater os problemas do Pinheiro”, declarou o presidente da comissão, Francisco Sales.

“Mais uma vez, a Câmara cumpre seu papel como interlocutora da população, principalmente em um caso que tem chamado a atenção de todo Brasil. Ali, são mais de 20 mil moradores, e muitos deles já tiveram que deixar suas casas e fechado fechar pontos comerciais. A CEI está instalada visa ter acesso às informações oficiais sobre o que aconteceu e o que deve ser feito a partir do que se detectar como causa”, disse o relator José Márcio Filho.

“Esses passos definidos na reunião de instalação da CEI são muito importantes. O Legislativo também tem como parceiro o MPE, na pessoa do Procurador-geral Alfredo Gaspar de Mendonça. Quando nos reunimos como ele na semana passada, ficou acordado que a CEI e a comissão do Ministério Público iriam se reunir para trabalhar juntas, e isso vai acontecer”, comentou Chico Filho.

Fonte: Ascom Câmara

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações