Homem é esfaqueado pela própria neta na região metropolitana

Sandro Quintella/Alagoas24horas

Alagoas24horas/Arquivo

Um homem de 65 anos foi esfaqueado pela própria neta neste domingo, 24, no Povoado Poeira, em Marechal Deodoro, cidade da região metropolitana da capital. José Luiz de Araújo, de 65 anos, foi ferido no queixo e braço direito e levado até a UPA do Francês e, posteriormente, foi transferido para o Hospital Geral do Estado, onde recebeu atendimento e foi liberado.

A agressão aconteceu na residência da família e a acusada fugiu após a tentativa de homicídio. A vítima não informou o que teria motivado uma ação tão violenta por parte da própria neta. O caso deve ser investigado pela Polícia Civil de Alagoas.

Cleto Marques Luz

No Conjunto Cleto Marques Luz, um jovem de 20 anos foi alvejado a tiros e precisou ser conduzido à UPA do Benedito Bentes. A própria vítima relatou que dois suspeitos em um Corsa Classic de cor verde passaram por ele e efetuaram mais de oito tiros, um deles atingindo o peito da vítima.

A tentativa de homicídio ocorreu próximo ao terminal do Conjunto Cleto Marques Luz e teve como vítima Alan Wilian Pierre Pontes, 20. Não há informações sore a autoria do crime ou motivações.

Tabuleiro do Martins

Antonione Oliveira Gueiros, 31 anos, foi alvejado com tiros na nádega e pescoço e foi encaminhado ao Hospital Geral do Estado. Não há informações sobre a autoria do crime ou suas motivações. A tentativa de homicídio ocorreu por volta das 20h deste domingo (24).

Ipioca

No bairro de Ipioca, no litoral norte da capital, um homem não identificado foi atingido por vários golpes de arma branca. A vítima foi encontrada inconsciente por militares do BPE e encaminhada para o Hospital Geral do Estado, onde foi submetido a procedimento cirúrgico. Seu estado geral era considerado grave.

Paripueira

Em Paripueira, também na região norte, Sirleide Silva dos Santos, 30 anos, foi atingida por vários golpes de arma branca desferido pelo próprio marido. A mulher foi encaminhada para o Hospital Geral do Estado. Já o agressor, que não foi identificado oficialmente, conseguiu fugir ao cerco policial.

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações