Medidas não reduzem salários de servidores, diz secretário

Dos 14 mil funcionários municipais de Maceió, 12 mil não sofrerão baixa salarial e desses, 2 mil terão acréscimo no valor da insalubridade

Alberto Oliveira/CortesiaEduardo Canuto questiona falta de segurança em Maceió

Eduardo Canuto

Os projetos de lei enviados pela prefeitura de Maceió à Câmara Municipal de Vereadores não retiram direitos e nem reduzem salários dos servidores, diz o secretário de governo do município, Eduardo Canuto. Segundo ele, de um pouco mais de 14 mil funcionários, dois mil deles, de nível superior e com salários no teto, tiveram uma queda no valor da insalubridade por conta da disparidade no cálculo.

O secretário explica que mais de dois mil servidores que recebem insalubridade terão acréscimo e não perda no salário, e que não há nenhuma redução nos salários dos demais. “Continuam asseguradas a produtividade, periculosidade e risco à vida”, acrescenta. “Agentes de trânsito e de endemias, guardas municipais, professores, pessoal do administrativo, ninguém terá baixa em seus vencimentos”, reforça Canuto.

Por duas vezes nos últimos cinco dias, Canuto se reuniu com a bancada do governo municipal na Câmara para explicar, junto com o secretário municipal de Gestão Pública, Reinaldo Braga, as medidas. “Há um risco iminente de colapso nas finanças do município e isso significa atraso na folha salarial e a fornecedores, comprometendo a prestação de serviços em todas as áreas”, adverte o secretário.

“A responsabilidade do prefeito com a gestão deve ser vista pelos vereadores como um ponto positivo, outro, talvez, em fim de governo, deixasse que o seu sucessor arcasse com o ônus da ingovernabilidade”, comenta Canuto, esperando que o legislativo entenda a necessidade de se aplicar essas mudanças.

Em 2018, o município de Maceió teve uma perda de 68 milhões de reais do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). Segundo o Tesouro Nacional, é a terceira capital brasileira que mais gasta com salários, chegando hoje a atingir o limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), com uma folha cujo crescimento anual é de 3,5%.

Fonte: Secom Maceió

Veja Mais

7 Comentários

  • Ana Clara Dias says:

    Eu quero um cartão Carrefour

  • O Secretário falta com a verdade, diminui sim os salários, ex: quem ganha 3.000,00 ganha uma insalubridade de 600,00 e vai passar a ganhar 300,00. Vamos mentir menos para população

  • Afonso says:

    Essa manobra de querer estipular um teto pra insalubridade dos servidores já foi feita pelo Estado de Alagoas no governo do Téo Vilela, porém o MP não aceitou e barrou. Espero que o MP mais uma vez garanta os direitos dos servidores

  • DOS SANTOS says:

    ANO QUE VEM TEM ELEIÇÕES MUNICIPAIS, A RESPOSTA DO SERVIDOR E DOS FAMILIARES TER QUE SER A ALTURA DESSE VEREADORES VENDIDOS AO RUIM
    DIZER QUE NAO EXISTI PERDA, KKKK É CHAMAR O SERVIDOR DE BURRO
    PQ NÃO MEXE NOS PROCURADORES E OUTROS, PQ NÃO ZERA OS CARGOS COMISSIONADOS, VISTO QUE SERVIDORES TEM COMPETÊNCIA PRA GERIR QUAL QUER PASTA, PQ NÃO DIMINUI O SALARIO DO PREFEITO, SECRETÁRIOS E GASTOS DESNECESSÁRIOS, OU SERÁ QUE ISSO TUDO É PRA DEVOLVER O DINHEIRO DA PREVIDÊNCIA QUE FORA USADO E OS PRÓXIMOS APOSENTADOS TERÃO GRANDES DIFICULDADES PRA RECEBER SUAS APOSENTADORIAS

  • Alex says:

    Esse excelentíssimo Vereador é muito cara de pau, porque ele não fala das mudanças que estão no projeto, que reduzem às progressões em 25% e aumentam o tempo de progressão de 2 anos para 5 anos a forma que ele fala parece que tudo está bem, os servidores estão 7 anos com déficit nos seus salários, Parabéns Vereador Eduardo Canuto os servidores não esqueceram da sua postura.

  • Patrícia says:

    Mentira de cara limpa desse nosso funcionário, secretário, as perdas serão grande!!! Típico de político, mentir!!!!

  • maria says:

    Vereador você é muito cara de pau!! Deveria demitir os cargos em comissão que recebem muito bem e não aparecem para trabalhar. A prefeitura esta com sua folha cheia de servidores fantasmas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações