Onça ‘passeia’ por casas e assusta moradores em SP

EPTV

Moradores do Jardim Ricetti de São Carlos (SP) tiveram uma surpresa ao acordar na manhã desta sexta-feira (19). Uma onça-parda invadiu casas e pulou sobre vários telhados antes de ser capturada pelo Corpo de Bombeiro e a Polícia Ambiental.

A técnica em enfermagem Márcia Xavier contou ao G1 que levou um susto ao ver o animal no seu quintal. “Foi inacreditável a cena, não é todo dia que acontece isso. Era muito tranquila e parecia que ela estava mais com medo da gente do que nós dela”, disse.

Susto

A onça-parda adulta invadiu a casa dela na Rua Paulo Monte Serrat. A técnica de enfermagem contou que ficou trancada durante duas horas dentro da residência com o pai e a irmã para que o Corpo de Bombeiros pudesse capturar o animal.

“Acordei às 6h20, abri a porta da cozinha para meu cachorro fazer xixi, mas ele voltou meio assustado. Voltei para cama e dormi. Depois, quando levantei novamente e fui até o quintal, não acreditei no que vi: não esperava por uma onça. Entrei e chamei os Bombeiros”, contou.

A onça pulou o muro, telhados de vizinhos e só foi capturada dois quarteirões depois, após cerca de 4 horas, quando entrou no quintal de uma casa na Rua Rua Luiz Roher. Os bombeiros usaram dardos com sonífero e, após 15 minutos, conseguiram se aproximar do felino.

“A gente estava dentro de casa, quando chegou a Polícia Ambiental e os Bombeiros pedindo para fechar as portas. Quando olhamos para fora, vimos que a onça estava aqui dentro”, contou o representante comercial Franscisco Donizete Zanqueta.

Volta ao Habitat

Segundo o biólogo Fernando Magnani, diretor de Defesa Animal, uma avaliação preliminar apontou que o animal é macho e tem cerca de 1 ano e meio. “Provavelmente estava em busca de território, acaba entrando na cidade procurando um lugar seguro para ficar”, disse.

“É um animal curioso, qualquer latido, miado, barulho humano, ele tem curiosidade para ver o que é. Não é agressivo, não vai sair atacando as pessoas para comer, por exemplo”, explicou o biólogo.

O felino vai ser levado para o Parque Ecológico de São Carlos para passar por avaliação e depois será solto pela Polícia Ambiental em seu habitat natural.

Onça-parda

Atrás apenas da onça-pintada, o segundo maior felino da Mata Atlântica surpreende pelo contraste entre a coloração marrom e os olhos claros. A onça-parda (Puma concolor) pode alcançar até 1,20 metro e pesar mais de 70 kg.

A alimentação dela é variada podendo predar diversos mamíferos menores e até alguns répteis. Por conta dessa diversidade, é considerada, entre os felinos, a predadora que consegue o alimento com maior eficiência ao atacar a presa.

Apesar de animais terrestres, é com muita agilidade que a onça-parda escala árvores para descansar e se proteger. Conhecido como um dos melhores felinos saltadores, a espécie consegue pular de alturas de 15 metros do chão e até seis metros de extensão.

 

Fonte: G1

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações