Ex-marido pode ficar com metade dos R$ 740 milhões de Adele em divórcio

A cantora comprou uma casa de presente para o ex apenas dois meses antes do anúncio do divórcio

Getty Images

Adele e Simon Konecki

A cantora Adele poderá perder pelo menos metade de sua fortuna de £145 milhões, o equivalente a 740 milhões de reais, com seu recém-anunciado divórcio do empresário Simon Konecki. A divisão do montante em seguida ao término foi noticiada pelo jornal inglês Daily Mirror. Segundo a publicação, o ex-casal não anunciou nenhum contrato pré-nupcial quando se casou em 2016.

Fontes próximas à artista deram outros detalhes do fim do casamento da artista com o pai de seu filho. De acordo com o contato da publicação, Adele e Konecki estavam vivendo em “mundos diferentes” há meses, com ela amando sua vida nos Estados Unidos enquanto ele preferia sua rotina no Reino Unido, próxima a amigos e familiares.

Por isso, a separação veio à público após um longo período de conversa entre as duas partes, visando a manutenção de uma relação de amizade e a criação conjunta e saudável do filho de seis anos dos dois, Angelo.

A primeira evidência de que o término do casal poderia estar a caminho veio à público durante a cerimônia e a festa do Brit Awards 2019, quando Konecki foi ao evento na companhia de um amigo, sem a presença da esposa, sendo a premiação patrocinada por uma de suas empresas.

Depois, em março, Adele foi vista em uma balada gay em Nova York na companhia da amiga atriz Jennifer Lawrence. Na época foi noticiado que as duas chegaram a ficar completamente bêbadas a ponto de cair no chão da festa durante um surto de risos. Aliás, a amizade crescente de Adele com Lawrence e com as atrizes Emma Stone e Amy Schumer seria um dos estímulos da cantora para continuar simpatizando cada vez mais com sua vida nos Estados Unidos.

Já o site Radar Online noticia que Adele chegou a comprar uma propriedade em Los Angeles para o ex no mês de janeiro de 2019. A publicação cogita que o imóvel tenha sido dado pela artista de presente para o então esposo já em meio às negociações para a separação. A compra teria sido feita para que o empresário tivesse um imóvel para visitar o filho nos EUA sempre que fosse de seu interesse.

Adele e Konecki sempre foram muitos discretos sobre seu relacionamento. Os dois já estavam juntos há vários anos quando ela deu à luz ao filho deles em 2012. Depois, os dois se casaram em uma cerimônia secreta em 2016. Em 2017, em seu discurso de agradecimento pela vitória do Grammy na categoria de Melhor Disco de Ano, ela afirmou: “Meu empresário, meu marido e meu filho, vocês são a única razão para eu fazer isso”.

Fonte: Monet

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações