Artesanato de reeducandas volta a ser comercializado na orla de Maceió

O artesanato produzido pelas reeducandas no sistema prisional, por meio de oficinas da Fábrica de Esperança da Secretaria de Ressocialização e Inclusão Social (Seris) voltou a ser exposto e comercializado na Orla de Ponta Verde, aos domingos, na conhecida Rua Fechada.

O stand da Fábrica de Esperança ficou disponível para visitação já a partir deste domingo, desde às 9h, na Avenida Silvio Vianna. Quem passou pelo local ficou encantado com as peças em filé, tenerife, madeira, decoupagem. Os produtos são confeccionados pelas reeducandas do presídio Santa Luzia.

A assessoria do órgão informa que ao adquirir uma peça, além de adquirir um produto de qualidade, os clientes colaboram com a ressocialização em Alagoas, já que incentiva a prática profissional das custodiadas. No Estado, o setor responsável por sistematizar esse programa é a Fábrica de Esperança, desenvolvido desde 2006 pela Seris.

Confira a galeria de fotos:

 

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações