Jovem é executada a tiros por dupla em motocicleta em estrada vicinal

Redes sociais

Adilma morreu após ser alvejado com vários tiros

Uma jovem de 29 anos, identificada como Adilma Evangelista de Souza, foi executada com vários disparos de arma de fogo no final da tarde desta terça (30), quando transitava a pé pela localidade conhecida como Água Pé, na zona rural de Batalha, cidade do sertão alagoano.

Segundo as primeiras informações, Adilma andava pela estrada vicinal quando foi surpreendida por dois suspeitos em uma motocicleta que abriram fogo contra a jovem, que foi alvejada com inúmeros disparos, morrendo no local, antes mesmo de receber atendimento médico.

Oficialmente, não há qualquer informação sobre a autoria do crime ou suas motivações. Extraoficialmente, no entanto, testemunhas afirmam que Adilma Souza seria amiga da Família Boiadeiro e era uma crítica contumaz das investigações sobre a morte do ex-presidente da Câmara da cidade, Neguinho Boiadeiro.

Existe, também, a informação de que a jovem, que era técnica em enfermagem, teve a residência invadida há sete meses, por homens desconhecidos, que assassinaram o seu irmão a tiros.

Caberá à Polícia Civil investigar se, de fato, estes fatos estão relacionados. O corpo de Adilma Souza foi periciado e encaminhado ao IML de Arapiraca para ser submetido à necropsia e posteriormente será liberado para sepultamento.

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações