Secretário vai assinar contratos de serviços complementares

Secretário de Saúde, José Thomaz Nonô.

Nesta quinta-feira (02), o secretário municipal de Saúde, José Thomaz Nonô, assina contratos com prestadores de serviços de assistência à saúde em caráter complementar. A assinatura, que atende recomendações do Ministério da Saúde (MS), será realizada às 10h, na sede da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), localizada no Centro.

Entre os prestadores estão os hospitais Universitário, Santa Casa de Misericórdia, do Açúcar e Sanatório, responsáveis pela realização de procedimentos de média e alta complexidade. Com exceção do HU, que é público, todos os outros hospitais são filantrópicos.

Já para serviços ambulatoriais serão onze, entre pontos de atenção e Centros Especializados em Reabilitação: Funbrasil, Desenvolve, Integrar, Associação dos Pais e Amigos do Autista (Assista), Instituto Nossa Senhora de Fátima, Hemofílico-Janete Portela, Sociedade Espírita Discípulos de Jesus, Associação dos Amigos e Pais de Pessoas Especiais (Aappe), Pestalozzi, Adefal, Apae Maceió e Apae Audiovisual. Todas estas instituições são de caráter filantrópico.

A assinatura contará com a participação de representantes dos hospitais e serviços públicos e filantrópicos, que atenderam ao chamamento público realizado pela primeira vez na Secretaria Municipal de Saúde no final de 2018, conforme portarias do Ministério da Saúde.

De acordo com o secretário, a intenção é tornar o processo claro e transparente, melhorando a eficiência interna da pasta, o controle e os serviços prestados à população. “Estamos contratando as habilitadas para prestar os serviços na modalidade ambulatorial e hospitalar. Enxergamos nesse ato diversas vantagens, porque aprimora o planejamento e possibilita o atendimento aos usuários com mais qualidade”, destacou o secretário Thomaz Nonô.

A coordenadora-geral de Atenção Especializada da SMS, Sandra Torres, explica que a assinatura desses contratos traz diversos benefícios à assistência em saúde do Município. “A partir de agora, esses contratos passam a obedecer as portarias existentes hoje sobre a contratualização, além de seguir o manual do Ministério da Saúde”, detalhou.

Neste processo, a secretaria também vai atender demandas da Assistência em Saúde, além de observar a habilitação de cada hospital para os serviços prestados. “Essa contratualização vai organizar melhor esses serviços, favorecendo o acesso da população e otimizando os recursos aplicados nessas áreas, para que os usuários sejam melhores atendidos e beneficiados com estas ações”, pontuou a coordenadora.

Fonte: Ascom SMS

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações