Motorista por aplicativo é preso com maconha durante Operação Lei Seca

Operação Lei Seca

Um motorista por aplicativo, que não teve a identidade revelada, foi preso durante a fiscalização da Operação Lei Seca, realizada na madrugada desta sexta-feira, 10, na Rua São Paulo, na entrada do bairro do Clima Bom.

Segundo informações do tenente Emanuel Costa, coordenador da Operação Lei Seca, durante a ação de fiscalização, os agentes realizaram abordagens a condutores, em especial a taxistas e motoristas por aplicativo. Na blitz, o acusado foi flagrado com uma quantidade de maconha e dinheiro trocado. Ele foi levado à Central de Flagrantes, onde foi autuado por tráfico de entorpecentes.

Ainda durante a Operação Lei Seca, 361 veículos foram abordados e 34 condutores autuados por diversas irregularidades. Foram realizados 368 testes de etilômetro (alcoolemia), mas não houve registro de prisões por embriaguez ao volante. Além disso, três CNHs foram recolhidas e cinco condutores foram flagrados dirigindo inabilitados.

Ação educativa

A Operação Lei Seca realizou ainda uma ação educativa no Colégio Municipal Rudith Paiva, em Rio Largo. Lá, os agentes, em parceria com a SMTT e Edutran, conversaram com os jovens sobre a importância de respeitar a legislação de trânsito.

 

Veja Mais

2 Comentários

  • Felipe Brasileiro says:

    Por isso que o Brasil não vai pra frente , falaram aí que foi um pequena quantidade de maconha … Não significa que ele é traficante , bota ele na cadeia aí ele conhece os chefões do tráfico e por ter sido preso não terá mais oportunidades … Aí sim vai virar traficante … Policiais despreparados … Viva o Brasil

  • O conjunto Virgens dos Pobres 3 no bairro do Trapiche está entrando muita maconha in natura para abastecer as bocas de fumo da facção CV TD2 ,os traficantes armados no meio das ruas do conjunto efetuando disparo de armas de fogo,os traficantes do Virgens dos Pobres 2 da facção PCC vem trocar tiros com os Policias do Primeiro Batalhão é uma verdadeira guerra e ninguém consegue acabar essa bagunça se ligamos para o 190 não vem viaturas para resolver o problema e a população de bem amedrontada com as ameaças dos traficantes de dar tiro na cara dos moradores.Secretario por favor o povo já não aguenta mais essas facções criminosas no bairro do Trapiche da Barra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações