Presidente do TJ se reúne com moradores do Pinheiro, Mutange e Bebedouro para chegar a acordo

Dicom/TJ

Presidente do TJ reúne moradores de bairros atingidos por rachaduras

O presidente do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJAL), Tutmés Airan, afirmou que o Judiciário vai tentar construir “o melhor acordo possível” entre a Braskem e os moradores dos bairros Pinheiro, Mutange e Bebedouro, na Capital. O objetivo da mediação, segundo o desembargador, é dar uma solução mais rápida ao conflito e evitar a chegada de uma “demanda de massa” ao Judiciário.

“A ideia é evitar, neste primeiro momento, as ações individuais, que devem ser mais de 40 mil, e tratar o problema coletivamente. Queremos construir o melhor acordo, principalmente para as partes mais fracas”, disse Tutmés Airan, em reunião nesta sexta (10) com moradores dos bairros.

Esse foi o primeiro encontro do presidente do TJAL com os moradores após a divulgação do laudo técnico que apontou a extração de sal-gema pela Braskem como a responsável pelos problemas nos bairros. O laudo foi apresentado na última quarta (8), pela Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais (CPRM).

Nessa quinta (9), Tutmés Airan se reuniu com técnicos da defesa civil e da CPRM, e com advogados da Braskem. Na próxima segunda-feira (13), deve haver nova reunião com a empresa.

“Minha ideia é convencer a Braskem de abrir mão do litígio, de assumir as suas responsabilidades, de constituir um fundo que possa servir para, com transparência e honestidade, indenizar de imediato as pessoas”, afirmou o desembargador.

O presidente da Associação dos Moradores do Mutange, Arnaldo Manoel, disse que está confiante na intermediação do Tribunal de Justiça. “Essa é a melhor solução. A gente está vendo a boa vontade do desembargador Tutmés e, se ele conseguir intermediar isso, todos nós vamos ganhar”.

Fonte: Dicom / TJ-AL

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações