CSA decide hoje sobre venda de mando de campo contra o Flamengo

Presidente Rafael Tenório negou que empresa tenha feito proposta de R$3 milhões

Reprodução

19) CSA – 6.380 pagantes por jogo

Após receber proposta para vender o mando de campo da partida diante do Flamengo pelo Campeonato Brasileiro da Série A, no dia 12 de junho, a diretoria do CSA deve bater o martelo sobre aceitar ou não a proposta.

Em entrevista ao Alagoas 24 Horas, o presidente Rafael Tenório afirmou que o clube ainda estuda a possibilidade de vender o mando de campo da partida, que pode ser disputada em Brasília. O cartola azulino desmentiu que a proposta feita pela empresa Roni7 – interessada em negociar a partida – tenha sido de algo em torno de R$ 3 milhões.

“É mentira. Se fosse este valor, não pensava duas vezes. É bem menos do que isso, mas é um valor que compensa. Se vendermos este jogo, seria o equivalente a quatro vezes da renda que receberíamos aqui, mas não decidimos nada ainda”, afirmou Rafael Tenório.

A reportagem entrou em contato com Sineis Lima, diretor da Roni 7, que afirmou que o clube azulino não quer negociar o jogo. A proposta da empresa, porém, deve continuar de pé até os próximos dias. Rafael Tenório revelou que a diretoria do clube irá se reunir na tarde desta terça-feira (14) para definir o assunto.

“Vamos ter uma reunião agora a tarde e esperamos definir tudo ainda hoje e fazer o anúncio”, finalizou o presidente azulino. O presidente do Conselho Deliberativo do CSA, Raimundo Tavares, tem se mostrado contra a venda de mandos de campo do time azulino. Na prática, a venda ainda deve afetar a campanha de marketing do clube para o aumento no número de sócios torcedores.

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações