Rafael Tenório revela avanço em negociação do CSA com chineses e explica próximos passos

Ascom CSA

Presidente do CSA, Rafael Tenório

O presidente do CSA, Rafael Tenório, revelou em entrevista ao Alagoas 24 Horas que as negociações para investimentos chineses no Azulão avançaram e que os representantes do grupo asiático virão a Maceió nos próximo dias para conhecer o clube.

“As negociações evoluíram, mas este é um processo lento e tem que ir amadurecendo. No final do mês virá dois representantes que irão sentar conosco. Nós tivemos uma conferência com representantes do grupo investidor em Miami, São Paulo e Belo Horizonte. As tratativas estão avançando”, revelou.

Leia também: CSA recebe proposta milionária e pode ser vendido a empresa chinesa; entenda!

Rafael Tenório informou que apesar das especulações de investimentos giraram acima da casa dos R$100 milhões, a empresa chinesa e o clube alagoano ainda não trataram sobre valores. Segundo o presidente azulino, o grupo asiático deverá realizar uma triagem para saber as principais necessidades do CSA.

“Não temos valores. Pois não é simplesmente chegar e colocar o dinheiro. Eles, primeiro, querem saber o que está precisando e fica administrando financeiramente o clube de acordo com as suas necessidades. Nunca se falou em valores. Eles já sabem tudo sobre o clube e eles virão para conhecer a estrutura para ver o que querem investir.”, afirmou.

O cartola alagoano explicou que o CSA como um todo não poderá ser adquirido pelos chineses, mas que os investimentos entrariam através de uma empresa sociedade anônima (SA) que será criada pelo clube para desmembrar somente os departamentos de futebol e de categorias de base.

“Nós estamos realizando os procedimentos para se abrir uma empresa Sociedade Anônima (SA) para desmembrar somente os departamentos de futebol e da base, que é o que receberão investimentos estrangeiros. As leis brasileiras não permitem que um clube de futebol inteiro seja uma sociedade anônima. Você tem que criar uma empresa para inserir os departamentos específicos naquela SA e daí você começa a prestar informações sobre a empresa”, explicou Tenório.

Possíveis dispensas

O lateral-esquerdo Armero, o meio-campista Maidana e o atacante Manga Escobar podem ser dispensados do CSA por indisciplina. O trio de estrangeiros foram flagrados em um bar na madrugada do último sábado (18) às vésperas da viagem do clube azulino para Porto Alegre/RS, onde o Azulão enfrentou o Internacional no domingo (19).

O presidente Rafael Tenório informou ao Alagoas 24 Horas que haverá uma reunião ainda manhã desta terça-feira (21) com os três jogadores. O gerente de futebol do CSA, Fabiano Melo, revelou ainda que nesta quarta-feira (22), a diretoria azulina irá decidir se rescinde ou não os contratos dos jogadores.

A dispensa de Escobar, Armero e Maidana ainda não é dada como certa no Mutange, mas Fabiano Melo informou que “só vai ficar quem tiver compromissado”.

Em fevereiro deste ano, o CSA rescindiu o contrato do lateral-direito Régis, que se envolveu em uma confusão em um motel de Maceió.

Veja Mais

3 Comentários

  • Ariella says:

    Têm que colocar para fora também quem os contratou.

  • ANTÔNIO SANTOS TORRES says:

    Os torcedores do melhor clube de Alagoas; o maior campeão de Alagoas, não admitem que esse patrimônio seja desfeito e depois acabarem com o CSA.

  • ANTÔNIO SANTOS TORRES says:

    Malandros, comem e dormem como esses três estrangeiros, a direção do CSA tem que ter autoridade e colocar para bem longe esses três que não jogam nada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações