Acusado de matar mulher a facadas diz que se entregou por temer represália

Elisângela foi morta a golpes de arma branca

Um homem se apresentou ao delegado Valter Nascimento, da Delegacia Regional de União dos Palmares, na zona da mata do Estado, e confessou ter matado a jovem Elisângela Maria Barbosa, de 33 anos, crime ocorrido no último dia 31 de maio, no bairro Sagrada Família, em União.

Mário Ferreira dos Santos se entregou à autoridade policial alegando que temia pela própria integridade, uma vez que estava com ‘sensação’ de estar sendo seguido desde que matou a ex-companheira. Em depoimento à polícia, Mário dos Santos informou, ainda, que matou a ex porque esta era “pegajosa” e que a relação havia ficado “insossa”.

Apesar do depoimento e da fantasiosa perseguição, a polícia deve investigar as reais motivações para o crime, uma vez que Elisângela já estava envolvida com outras pessoa, que atualmente trabalha em Minas Gerais. No dia do crime, a jovem foi surpreendida pelo assassino no bar onde trabalhava e morreu após receber vários golpes de arma branca. A vítima ainda tentou pedir socorro, mas não resistiu à gravidade dos ferimentos. Mário fugiu entrando em um matagal.

Mário dos Santos deverá ficar à disposição da Justiça.

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações