Empresário e filha são achados mortos em apartamento em Campos do Jordão, SP

A suspeita é que a morte deles tenha sido provocada pela inalação de gás que vazou de um aquecedor acoplado a um botijão. Polícia Civil investiga os óbitos.

Arquivo pessoal

Empresário Luiz Manoel Vasconcelos era dono de uma loja de artigos em couro

Um empresário de 55 anos e a filha dele, uma menina de 8 anos, foram encontrados mortos no apartamento dele, em Campos do Jordão (SP), na noite de sábado (8) . A suspeita é que as mortes tenham sido provocadas pela inalação de gás que vazou de um aquecedor. A perícia esteve no local e vai produzir um laudo em até 30 dias.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, a ocorrência foi por volta das 19h, quando eles foram acionados por uma funcionária do empresário, que sem conseguir contato com ele por telefone, foi até o apartamento em um condomínio no Alto da Boa Vista.

No local ela encontrou pai e filha desacordados, em cômodos diferentes, e acionou o serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para prestar socorro. Os médicos constataram o óbito dos dois. Bombeiros e Polícia Civil foram acionados.

No apartamento, os bombeiros encontraram um botijão de gás (GLP) acoplado a um aquecedor de ambiente. Se houve vazamento no sistema, pai e filha podem ter morrido por asfixia. O local foi ventilado e o botijão recolhido. A menina passava o sábado com o pai, que é separado da mãe.

A Polícia Civil registrou a ocorrência como morte suspeita. Não havia sinais de arrombamento no apartamento ou qualquer indício de violência nos corpos das vítimas. O trabalho da perícia terminou por volta de 22h.

O funeral de pai e filha acontece neste domingo (9) na câmara municipal.

Fonte: G1 Vale do Paraíba e Região

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações