Caso Guilherme Brandão: réu confesso de empresário será julgado nesta quinta (13)

 

Arquivo/Alagoas 24 Horas

Marcelo Carnaúba, acusado de assassinar o empresário Guilherme Brandão

Após cinco anos de espera angustiante, os familiares do empresário Guilherme Paes Brandão, assassinado em fevereiro de 2014, poderão finalmente acompanhar o desfecho do caso, com o julgamento do réu Marcelo dos Santos Carnaúba, que trabalhava como gerente da casa de shows e que à época estaria desfalcando a empresa. 

O júri está previsto para começar às 8 horas desta quinta-feira, 13, na 9ª Vara Criminal de Maceió, no Fórum do Barro Duro e será conduzido pelo juiz Geraldo Cavalcante Amorim.

Consta no processo que Carnaúba acumulava duas funções na empresa: gerente administrativo e financeiro. Para não ser desmascarado cometendo o desvio de recursos do estabelecimento, o réu assassinou Guilherme Brandão após uma discussão. Também consta nos autos que Carnaúba premeditou o crime, já que comprou uma arma de fogo um dia antes do crime, no bairro do Tabuleiro do Martins.

De acordo com informações do Tribunal de Justiça, Marcelo confessa em depoimento que matou o ex-patrão, de quem tinha uma relação de amizade, alegando que estava sofrendo pressão por conta dos problemas financeiros da casa de shows e se sentiu ameaçado.

Matéria referente ao processo nº 0700208-17.2014.8.02.0067

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações