Ifal conquista oito das 10 melhores posições entre escolas públicas de Alagoas, no Enem

O Campus Arapiraca encabeça as melhores escolas públicas de Alagoas, em lista da Folha de S. Paulo, que avalia o desempenho de alunos que participaram do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), no ano de 2018. Em reportagem publicada nesta terça-feira, 18, também foi apontado que o Instituto Federal de Alagoas (Ifal) ocupa oito entre as 10 melhores posições no Estado, segundo os mesmos critéios.
É a terceira vez consecutiva que a unidade de Arapiraca obtém essa posição. Para a conquista dela, o Campus obteve as médias de 609,41 nas provas objetivas e 712,5 na redação, o que significou um aumento não só na sua posição, em referência a lista do ano anterior, como também na qualidade dos resultados: em 2017, as médias obtidas pela unidade foram 580,95 e 683,46, respectivamente.

Após Arapiraca, completam a lista das 10 melhores escolas públicas de Alagoas, os campi Maceió, Palmeira dos Índios, Penedo, Santana do Ipanema, Maragogi, Marechal Deodoro e Coruripe. Ao todo, o Ifal possui 16 unidades.

Na lista que envolve as instituições privadas do Estado, o Ifal de Arapiraca conseguiu a primeira colocação do município e a sexta posição no Estado. Seguindo esses critérios, Maceió ficou com a sétima posição, na capital, e décima colocação entre todas as instituições do estado, ao obter as médias de 590,96, nas provas objetivas e 639,24, na redação.

Para o diretor-geral do Campus Arapiraca, Fábio Ribeiro, esses resultados são parte de um esforço coletivo. Ele lembra que a primeira vez que a unidade ocupou a posição, em 2017, eles sequer ocupavam a estrutura atual e ainda assim conseguiram bons resultados.

“Vários professores se envolveram nas olimpíadas de Física e Matemática, por exemplo; também fizemos momentos de revisão e isso fez com que a gente conseguisse esse resultado pela terceira vez. A cada bom resultado, somos empurrados para frente. No entanto, como ofertamos cursos técnicos, nosso foco maior é a formação profissional; fazemos pesquisa e extensão, o que evidencia a que gente vai além de uma boa formação das disciplinas comuns”, argumentou Ribeiro.

Fonte: Ascom Ifal

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações