Cadastramento de moradores do Mutange tem baixa adesão no 1º dia

Cortesia ao AL24h

Na manhã de hoje, poucos moradores compareceram ao local de cadastramento

Poucos moradores compareceram na manhã desta quarta (10) para realizar o cadastramento para receber o aluguel social. O cadastramento é destinado a moradores da encosta do Mutange e do Jardim Alagoas. O alistamento se inicia hoje e prossegue até 17 de julho, das 9h às 15h, na Escola Municipal Edécio Lopes, no bairro do Pinheiro.

Ontem, a Prefeitura de Maceió se reuniu com representantes do Comitê de Acompanhamento das Ações para os Bairros Pinheiro, Mutange e Bebedouro para esclarecer como se daria o cadastramento. Contudo, líderes comunitários já haviam antecipado que a maioria dos moradores das localidades rejeitavam o aluguel social e exigiam a indenização para aquisição de um novo imóvel.

A Prefeitura de Maceió prevê nesta etapa contemplar 1.667 moradias em 22 ruas localizadas na área rosa claro do Mapa de Setorização de Danos, que é considerada muito crítica, segundo a CPRM. Os recursos para o pagamento do aluguel social foram assegurados com o bloqueio de R$ 15 milhões da Braskem.

O secretário municipal de Governo, Eduardo Canuto, salientou a importância de resguardar a vida dos moradores neste primeiro momento e garantiu que nenhum imóvel será demolido, a não ser que ocorra a prévia indenização. Canuto afirmou, ainda, que a prefeitura está em fase de conclusão de imóveis no Complexo Benedito Bentes e no Rio Novo que podem ser destinados a estes moradores.

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações