Empresário é indiciado por estelionato após ‘vender’ terreno que não era dele

João Urtiga / AL24H

Delegado Thiago Prado

Um empresário foi indiciado pelo crime de estelionato e pode pegar pena de até cinco anos de prisão após ‘vender’ uma propriedade alheia e convencer as vítimas a realizarem um ‘falso investimento’.

A investigação, realizada pela Divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic), sob presidência do delegado Thiago Prado, aponta que o empresário, identificado como Flávio Lessa de Azevedo da Aldeia, ou ‘Flávio da Aldeia’, teria atraído as vítimas e as convencido de investir R$ 400 mil em um loteamento, afirmando que o investimento traria lucro uma vez que as obras fossem concluídas.

O empresário recebeu a quantia ainda em 2017, no entanto, nada foi feito no terreno desde então. Durante a investigação, a polícia ainda descobriu que o terreno nunca pertenceu ao empresário. O delegado Thiago Prado afirma que o inquérito já foi remetido ao Ministério Público, para que a ação penal possa ter início.

Veja Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba notificações no seu whatsappReceba nossas notificações